#ALERTA

Vigilância Epidemiológica faz alerta de prevenção contra as viroses de verão

O rotavírus pode atingir pessoas de todas as idades, mas é mais comum em crianças de até cinco anos e em idosos

COMPARTILHE ›

estacao-verao-banner-topo-materias-site

Praia dos Ingleses é uma das mais movimentadas do Norte da Ilha
Foto: Luzia Vidal / Jornal Conexão Comunidade

Com as temperaturas em elevação, é preciso aumentar os cuidados contra o rotavírus, conhecido como virose. Os principais sintomas são vômitos, dores abdominais, febre e diarreia muito líquida e intensa. Os casos mais graves podem levar à morte do paciente. O rotavírus pode atingir pessoas de todas as idades, mas é mais comum em crianças de até cinco anos e em idosos.

“Nesses grupos, a diarreia por rotavírus pode causar uma grave desidratação que pode levar até mesmo ao óbito”, alerta o diretor da Vigilância Epidemiológica, Eduardo Macário. Segundo o diretor, não existe um tratamento específico para a doença, sendo que a principal ação de combate é repor os líquidos perdidos com o objetivo de evitar uma quadro grave de desidratação do paciente.

No caso da doença atingir crianças, é preciso ter cuidado para que o vírus não seja transmitido para outras pessoas, evitando que a criança doente frequente creches, escolas e outros locais com grande concentração de pessoas. “Primeira coisa é evitar que a criança tenha contato com outras para evitar a transmissão da doença. Levar ao médico para manter a hidratação com bastante líquido e usar medidas de higiene sempre que se fizer o contato com a criança. Lavar bem as mãos com água e sabão e limpando o material de cama e do quarto”, orienta Macário.

Para se prevenir, é importante sempre lavar as mãos após usar o banheiro, antes das refeições, antes de preparar alimentos e depois de trocar a fralda de crianças ou se fizer contato com alguma pessoa que tenha o rotavírus. Outra medida importante é a vacinação de bebês contra o rotavírus. Ela deve ser aplicada em duas doses. A primeira aos dois meses de vida do bebê e a segunda aos quatro meses.