SANEAMENTO BÁSICO É NOSSA BANDEIRA!

Presidente da Casan explica como será a obra de ampliação do Esgoto em Ingleses

Previsão da empresa é assinar a ordem de serviço ao Consórcio Trix-Infracon em 23 de Março, aniversário de Florianópolis

COMPARTILHE ›

saneamento-basico-bandeira

Presidente da Casan explica como será a obra de ampliação do Esgoto em Ingleses
Foto: Emanuel Soares / Jornal Conexão Comunidade

O projeto de ampliação do esgoto, mais a construção de uma estação de tratamento em nível terciário, com alta qualidade de tratamento, terá a ordem de serviço assinada em Ingleses e Santinho no dia 23 de Março, aniversário de 344 anos de Florianópolis. A obra vai revolucionar o saneamento básico da região e custará R$ 84,5 milhões.

A rede vai passar em ruas de Ingleses e Santinho, o que exclui um pequeno pedaço do Sítio de Cima que será licitado separadamente em breve. As ligações de esgoto, segundo o presidente, só poderão ser feitas com autorização da Casan, após a ativação da rede de coleta pública. Se houver uma ligação antes disso, a pessoa será notificada e multada. O mesmo ocorrerá se, eventualmente, o morador não fizer a ligação quando o sistema estiver pronto e em operação.

O Consórcio Trix-Infracon ganhou um recurso na Justiça, que questionava sua exclusão do processo. Porém, como não houve impedimento do banco japonês Jica, responsável pelo financiamento, a proposta da empresa em litígio Judicial foi a vencedora num valor R$ 14 milhões menor ao da segunda colocada.

A previsão da companhia de saneamento é que 42,3 mil habitantes sejam beneficiados em Ingleses e Santinho, mais a população flutuante da temporada de verão.

“Além das contaminações normais, ele remove o fósforo e o nitrogênio. Não temos dúvida que é o melhor sistema de tratamento de esgoto do mundo. No Brasil, existe apenas em Brasília. Não existe em outros locais, já que é um sistema muito caro. É três vezes mais caro que o normal, mas moramos numa Ilha, e queremos normalizar a situação dos rios e queremos a despoluição”, disse Valter Galina.

Os recursos da Jica vão permitir o assentamento de 58,6 quilômetros de rede coletora, a implantação de oito estações elevatórias e de uma Estação de Tratamento de Esgotos (ETE), com capacidade para tratar 105 litros por segundo. A ligação existente hoje entre Ingleses e Canasvieiras será extinta e todo o esgoto já captado no trecho norte do bairro, será tratado no futuro na nova ETE.

Para a rede de drenagem pluvial, não podem ser lançados esgotos. Essas ligações são tratadas como irregulares. Nesse sistema de captação, pode ser lançada apenas a água de piscina que possui cloro. A preocupação da companhia é com a ausência de obras de drenagem em muitas ruas.

VEJA COMO É FEITA A LIGAÇÃOligaçao-rede-esgoto-arte-casa-pluvial