REGIÃO

Polícia Civil prevê nova operação para identificar moradores de rua no Norte da Ilha

Comunidade debateu o problema social em uma reunião do Lions ingleses

COMPARTILHE ›
Foto: Jaime Júnior / JCC
Foto: Jaime Júnior / JCC

A Delegacia de Polícia Civil dos desaparecidos prevê com o Ministério Público e a Polícia Militar uma nova operação de varredura para identificar os moradores de rua que lotam as orlas do Norte da Ilha. Isso deve ocorrer no início de Agosto. A informação é do Delegado Wanderlei Redondo da Delegacia dos Desaparecidos da Polícia Civil, durante um encontro com o Lions dos Ingleses em um restaurante no Norte da Ilha.

“Estamos cadastrando essas pessoas. Cada operação que fazemos, entorno de 15% é sempre gente nova. Isso é em toda operação. Eles transitam muito entre as cidades”, comentou o delegado.

Segundo levantamento do Jornal Conexão Comunidade, mesmo com o apoio de outras forças para as operações, a delegacia sofre com a falta de efetivo. Além do delegado, outras duas pessoas trabalham nessa linha de atuação para todo o estado de Santa Catarina. Hoje, o estado tem aproximadamente 5 mil moradores de rua.

“Hoje aqui em Ingleses é muito difícil ir ao supermercado ou a um restaurante sem sermos abordados por uma pessoa em situação de rua. As vezes chegam delicadamente, as vezes chegam se impondo, até intimidando”, disse Gerson Rumayor, presidente do portal da Esperança e do Lions Ingleses.

ENCONTRO DO LIONS EM INGLESES

Foto: Jaime Júnior / JCC
Foto: Jaime Júnior / JCC