MEIO AMBIENTE

Parque do Rio Vermelho recebe filhote de Tamanduá que perdeu a mãe atropelada

A tendência é que o animal não volte mais a ser solto na natureza

COMPARTILHE ›
Fotos: R3 Animal
Fotos: R3 Animal

Sob os cuidados da Fatma e da ong R3 Animal, o Parque do Rio Vermelho recebeu o primeiro bebê da primavera 2016. Depois de perder a mãe atropelada em uma rodovia do Norte do Estado, um Tamanduá-mirim (Tamandua tetradactyla) vai receber todos os cuidados necessários para o desenvolvimento. A tendência é que o animal não volte a ser solto na natureza.

O Tamanduá possui 700 gramas e vai passar por uma dieta nova. Pelo Facebook, a ong questiona a falta de passa faunas nas estradas, o que evitaria muitos acidentes como o que matou a mãe do tamanduá. “Corredores de fauna também seriam de grande importância na preservação das espécies. O planejamento para construção de estradas já deveria prever a construção desses corredores para a travessia dos animais que habitam as florestas brasileiras”.

Como o animal ainda é muito novinho, ainda não é possível dizer qual o sexo do animal.