URGENTE

Operação da polícia prende novamente jovem liberado por juíza após tiroteio

COMPARTILHE ›

Este slideshow necessita de JavaScript.

Uma operação da Polícia Militar, coordenada pelo 21º Batalhão, prendeu novamente na comunidade do Arvoredo (Siri) o jovem que havia sido liberado pela juíza Érica Lourenço de Lima Ferreira, após um tiroteio no centrinho dos Ingleses. Segundo o comandante Sinval Santos da Silveira Júnior, 50 policiais participaram da ação em cumprimento ao mandado de prisão expedido por outro magistrado. Ele estava na posse de armas.

Segundo a polícia, o jovem não apresentou resistência no momento da prisão e estava na posse de duas armas. O trabalho de monitoramento dos passos dele já estava sendo feito pela polícia, até o a operação na manhã de hoje.

Ele estava em uma casa na comunidade do Arvoredo (Siri). O local foi tomado por viaturas para o cumprimento do mandado em uma operação especial.

O jovem está no centro de uma polêmica envolvendo a juíza Érica Lourenço de Lima Ferreira. Ele havia sido preso e teve uma audiência na Justiça de plantão, após um tiroteio que terminou com quatro feridos no centrinho dos Ingleses. No despacho, a juíza disse que isso se tratava de um acerto de contas entre facções criminosas, o que ‘não coloca em risco a sociedade’. No mesmo documento, a magistrada afirmou que a prisão dele colocaria em risco a vida do jovem.

A liberação dele gerou indignação na polícia que havia feito a prisão do jovem no dia 8 de Março.