TORNEIRAS SECAS

Obras da Casan deixam 14 bairros sem água no Norte da Ilha

Trabalhos da companhia ocorrem devido as obras de duplicação da SC-403 e por cuasa da construção do novo reservatório dos Ingleses no Morro do Maurício

COMPARTILHE ›

Os trabalhos de transposição de adutoras e de ligação com o novo reservatório de água no Morro do Maurício começaram na manhã desta quarta-feira (02), afetando o abastecimento de água em 14 bairros do Norte da Ilha. Segundo a Casan, as torneiras voltam a ter água gradativamente a partir das 21h, podendo demorar até 24 horas para a normalização total em locais altos e pontas de rede. Modificações na rede acontecem por causa das obras de duplicação da SC-403 e devido a construção do novo reservatório de água do Norte da Ilha.

Os bairros afetados são Ingleses, Cachoeira do Bom Jesus, Ponta das Canas, Lagoinha, Praia Brava, Canasvieiras, Jurerê, Daniela, Praia do Forte, Ratones, Vargem Grande, Vargem Pequena, Sambaqui, Barra do Sambaqui e Santo Antônio de Lisboa.

Residências e comércios com reservatórios não vão sentir o problema, porém a Casan recomenda que o consumo de água seja limitado ao necessário.

O Jornal Conexão Comunidade esteve nesta semana no Morro do Maurício onde ocorrem, em ritmo acelerado, as obras de construção da nova caixa d’água que vai incrementar o abastecimento de água em 52% (fotos). O investimento da Casan é de R$ 2,8 milhões e a obra chegou a ser paralisada por uma disputa judicial, já que a Justiça deu ganho de causa para uma pessoa que se dizia dona da área.

A obra já foi retomada e a expectativa é de operação do reservatório antes do final de dezembro. A concretagem da base ainda está sendo finalizada e a expectativa é que as peças pré-moldadas de aço vitrificado sejam montadas a partir de sexta-feira (04). Elas foram adquiridas pelo governo e importadas do exterior. Outro reservatório idêntico já foi construído em Araquari, norte do estado, cidade que já sofreu com problemas no abastecimento durante o verão.

VEJA MAIS FOTOS