ALAGAMENTOS

Obra em servidão só será feita se tiver recursos, diz secretaria de obras

Moradores já cansaram de pedir ajuda e sofrem com enchentes nas casas cada vez que chove forte

COMPARTILHE ›

Prevista na lei orçamentária de 2014 com gastos na casa dos R$ 227 mil reais, o calçamento e drenagem da Servidão Pedro Laureano dos Santos, nos Ingleses, ainda não aconteceu. Os recursos que estavam ‘previstos’ não chegaram a obra. A rua vive alagamentos históricos e a água invade as casas quando chove forte. A licitação já foi aberta, mas ainda não existe garantias de execução por causa de recursos financeiros que ainda não estão garantidos.

Para reclamar da situação da via, os moradores da servidão produziram uma faixa e fixaram em um poste na esquina da rua com a Rodovia João Gualberto Soares. Segundo Inês da Silva, moradora da rua, explicou que ratos e outros animais surgem na rua a cada enchente. “Toda vez que chove entra água nas casas. Precisamos chamar o caminhão pipa todas as vezes, mas ele não vence”. Ela afirmou também que dois vereadores que representam o Norte da Ilha estiveram na rua e prometeram ajuda, mas não cumpriram a palavra.

O diretor da Secretaria de Obras da capital, Américo Pescador, afirmou que apesar da licitação estar aberta para o recebimento de propostas, ainda não existe garantias de que a obra vai ocorrer em virtude da queda de arrecadação da prefeitura.

Por enquanto, um trabalho paliativo foi realizado na via com a sucção da água que ainda estava empoçada. Nesta terça-feira (15), a rua foi visitada por integrantes do município que conversaram com os moradores.

Veja mais fotos da Servidão Pedro Laureano dos Santos