POLÊMICA

Nova reunião com secretários de escolas demitidos termina em impasse

COMPARTILHE ›
Foto: Emanuel Soares / Jornal Conexão Comunidade
Foto: Emanuel Soares / Jornal Conexão Comunidade

Uma nova reunião com os secretários de escolas demitidos com a reforma administrativa terminou em impasse na tarde desta segunda-feira (06) no Centro de Educação Continuada na Capital. Os profissionais demitidos seriam contratados de forma terceirizada pela empresa Orbenk como atendentes, porém os salários apresentam diferenças, principalmente nos benefícios.

O problema da saída dos secretários que ocupavam cargos comissionados com a reforma administrativos já foi resolvido na Escola Luiz Cândido da Luz, na Vargem do Bom Jesus, onde um funcionário do quadro efetivo vai ocupar a vaga, além de mais duas escolas.

O impasse envolve a nomenclatura do cargo e os direitos trabalhistas, inclusive a carga horária. Na reunião estiveram 17 secretários, sendo que uma delas saiu no meio da reunião por não concordar com a proposta da prefeitura.

O secretário de Educação Maurício Pereira, deu um prazo para que até nesta terça-feira às 10h, as profissionais respondam se tem interesse nas vagas e se isso não ocorrer, a prefeitura tomará outras medidas.

O comentário entre os secretários é que os pais estão formando Fila para retirar ou atualizar documentações nas escolas.

A reforma organizacional promovida pelo Governo Gean terminou com o cargo de secretário em cargo de confiança e passou para função gratificada, sendo que funcionários efetivos podem ocupar a vaga.