PROMESSA É DÍVIDA

Mesmo com atraso, Estado quer começar revitalização da SC-401 ainda no primeiro semestre

Processo envolve uma empresa que questionou a documentação exigida pelo Estado e o valor da obra vai ficar em média R$ 30 milhões

COMPARTILHE ›

Promessa é dívida

Este slideshow necessita de JavaScript.

O Departamento Estadual de Infraestrutura (Deinfra) espera começar ainda no primeiro semestre de 2017 as obras de revitalização da SC-401. O processo foi lançado sem setembro do ano passado pelo próprio governador Raimundo Colombo, com uma expectativa de melhorias para a temporada de verão, o que não aconteceu. O processo de atraso envolve uma empresa que questionou a documentação exigida pelo Estado. O valor da obra vai ficar em média R$ 30 milhões, valor abaixo dos R$ 40 milhões divulgados inicialmente como expectativa.

LEIA MAIS:
– Governador Raimundo Colombo anuncia obras de revitalização da SC-401
– Estado abre propostas das empresas para revitalização da SC-401
– Recursos atrasam obras revitalização da rodovia SC-401 que ficam para 2017

Com o piso totalmente deteriorado, a rodovia é um verdadeiro ‘corredor do desenvolvimento’ em Florianópolis. O número de empresas instaladas as margens da estrada quadruplicou nos últimos cinco anos, se caracterizando como via urbana da cidade. Cauteloso, o presidente do Deinfra, Vanderlei Agostini, não estipula prazo para o início das obras que incluem a recuperação do pavimento, sistema de drenagem, melhorias nos guard rails e sinalização, além da construção das terceiras faixas. “O problema já foi desembaraçado. Já transitou em julgado na comissão de licitação. (…) Você sabe que determinar prazo é difícil em órgão público. Posso te dizer que é o mais rápido possível”, disse o presidente.

Um estudo feito pelo Plano de Mobilidade Urbana Sustentável da Grande Florianópolis (Plamus), aponta que 60 mil veículos passam pela estrada diariamente. O dado foi fundamental para que o estado escolhesse executar as obras no período da noite e madrugada. Cumpridas todas as exigências do processo licitatório, a ordem de serviço será assinada com a empresa vencedora.

A SC-401 ostenta hoje dois títulos: o primeiro de rodovia estadual mais movimentada de Santa Catarina e o segundo de maior número de acidentes. O último com morte foi no mês de Março, quando a motorista de um veículo perdeu o controle do carro e bateu em um poste, após o Centro Administrativo do Estado. Na época, a SC-401 registrava 179 dias sem mortes. Por enquanto, o recorde de 210 dias foi alcançado em 1997.

A expectativa do Estado é que a SC-401 esteja em melhores condições para moradores e turistas na temporada de verão 2017/2018.