REPORTAGEM ESPECIAL

Ligação até a rede de esgoto da Casan é cara e difícil de entender

Obras do esgoto interno das residências e estabelecimentos até a rede de coleta pública ainda geram muitas dúvidas e o Jornal Conexão Comunidade foi entender com as autoridades como a obra deve ser feita

COMPARTILHE ›

ligaçao-rede-esgoto-arte-casa-pluvialEm tempos em que o assunto principal é poluição e ligações irregulares, a dúvida que persiste é como ligar corretamente o esgoto nos locais em que a rede está funcionando? Na maioria dos pontos já em operação, existem diversas irregularidades na ligação do esgoto interno com a rede da Casan. Segundo o município, só em Ingleses 63% dos imóveis estão com irregularidades na rede e em Canasvieiras 57%.

LEIA MAIS:
– VÍDEO: Casan é multada por despejar esgoto in natura no Rio Capivari

A obra de ligação do esgoto é cara e preço assusta as pessoas. Quem ainda não possui a ligação, dependendo das intervenções necessárias na residência, o valor pode chegar até R$ 3 mil. Em condomínios e hotéis os valores podem chegar até R$ 20 mil. Como Ingleses ainda não possui rede de esgoto em dois terços do bairro, as residências ainda não atendidas devem ter seu tratamento individual com fossa, filtro e sumidouro. E nos bairros onde as redes de coleta já estão em operação há anos, a fiscalização de competência da Prefeitura de Florianópolis precisa verificar se a ligação está conforme os padrões solicitados.

Porém, irregularidades são encontradas quase sempre nas visitas realizadas em bairros como Canasvieiras, Cachoeira e Ingleses, foco dos problemas de poluição. Entre as mais comuns estão a ligação da água da chuva, proveniente de calhas e ralos, ao sistema de esgoto. Essa ligação sobrecarrega a rede coletora de esgoto, que não foi dimensionada para absorver esse incremento de vazão, e é uma das principais causas de extravasamentos de esgoto nas cidades, além de prejudicar o bom funcionamento das estações elevatórias e de tratamento de esgoto.

Outra inadequação que gera grandes problemas ao funcionamento dos sistemas de esgoto é a falta de caixa de gordura nas residências. Segundo a Casan, sem esse equipamento a gordura vai direto para as tubulações de esgoto e causa entupimentos.

O que é de responsabilidade do morador do Norte da Ilha? A instalação da rede de esgoto interna até a rede da Casan. Para que isso ocorra, o usuário precisa construir uma ‘caixa de gordura sifonada’ que vai receber todo os resíduos provenientes da pia da cozinha ou da pia da churrasqueira, por exemplo. Após a gordura ser recolhida pela caixa, a água vai para uma caixa de passagem e a canalização vai jogar o resíduo para uma válvula de retenção para esgoto antes de chegar na rede da Casan. A ligação da água proveniente do vaso sanitário do banheiro e da máquina de lavar roupa vai diretamente para a caixa de passagem.

Entretanto, existem dois tipos de água que podem ir diretamente para a rede pluvial que deveria, na prática, receber apenas a água da chuva. Toda a água da chuva que desce pela calha das casas ou prédios e a água esgotada das piscinas. São águas consideradas limpas para entrar na canalização pluvial.

Antes mesmo da finalização da obra de ligação até a rede, o morador do Norte da Ilha pode receber a fiscalização do município para verificar se a ligação já está pronta. Caso já estiver, os fiscais da Prefeitura de Florianópolis promovem testes com produtos coloridos para verificar se as ligações estão no padrão. O morador pode ser notificado se for encontrada alguma irregularidade. Dependendo da gravidade do problema, o morador pode ser apenas notificado ou pagar uma multa que pode chegar a R$ 2,5 mil.

Quando a rua está mais alta em relação ao nível da residência, também é de responsabilidade do morador a instalação de uma bomba para empurrar o esgoto em direção a rede. Após a conclusão da obra e a verificação de que está tudo dentro das normas solicitadas, recomenda-se desativar e enterrar fossa ou sumidouro, para evitar formação e acúmulo de gases.
Para ajudar o morador do Norte da Ilha, a Casan está disponibilizando orientação técnica gratuiuta para que a ligação seja feita da forma correta. Caso seja necessário, um engenheiro da empresa pode visitar a residência.  O contato é feito pelo número (48) 3271 4510.