OPORTUNIDADE

Inscrições para ambulantes nas praias da Capital vão até 27 de outubro

Mais de cinco mil pessoas vão atuar na orla. Tendas, caixas térmicas, uniformes, cadeiras e guarda-sóis serão fornecidos pela iniciativa privada. Investimento chega a R$ 2,5 milhões na temporada 2016/2017

COMPARTILHE ›
Foto: Luzia Vidal / Jornal Conexão Comunidade
Foto: Luzia Vidal / Jornal Conexão Comunidade

A Prefeitura de Florianópolis publicou nesta quinta-feira (6) o edital para cadastramento de ambulantes para a temporada de verão da Capital. A expectativa é que 5.514 pessoas sejam credenciadas para trabalhar nas praias de Florianópolis entre os meses de novembro e março. Ao todo, haverá 2808 pontos de venda distribuídos em sete lotes de praias. O prazo para os interessados no cadastramento encerra dia 27 de outubro.

CLIQUE AQUI E LEIA O EDITAL

Para garantir a infraestrutura necessária para a comercialização de alimentos e bebidas e aluguel de cadeiras e guarda-sóis em toda a orla, a Prefeitura firmou uma parceria, via licitação, para exploração de publicidade nos pontos de venda. A licitação foi realizada ainda em 2015 e vencida pela LZA Publicidade, parceira da Brasil Kirin.

“Com esta solução, será possível organizar a venda de alimentos e bebidas, instituir um padrão visual para o comércio nas praias, garantir o abastecimento dos veranistas e ainda fiscalizar a atuação dos comerciantes ilegais de uma forma mais efetiva”, diz o diretor da Secretaria Executiva de Serviços Públicos, Anilso Cavalli.

A empresa vencedora fornecerá uniformes (camisetas e crachás) para todos os ambulantes credenciados, caixas térmicas, guarda-sóis, cadeiras e também será responsável pela aquisição e montagem das tendas. O investimento total, considerando a temporada anterior e a próxima, será de R$ 2,5 milhões.

Nesta temporada, além de vender todas as marcas do portfólio da Brasil Kirin, dentre elas as cervejas Schin, Eisenbahn, Devassa e Baden Baden, os ambulantes vão poder vender mais um rótulo concorrente de cerveja e de refrigerante a sua escolha.

ALIMENTOS

Neste ano, somente pessoas jurídicas (com empresa estabelecida) poderão vender alimentos nas praias de Florianópolis.