ESGOTO

Imóveis com ligação irregular de esgoto serão lacrados no Norte da Ilha

A medida foi proposta após reunião com o Ministério Público e órgãos ambientais

COMPARTILHE ›
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

A prefeitura de Florianópolis vai lacrar 44 imóveis que apresentam ligação irregular de esgoto no Norte da Ilha. Essa ação enérgica foi definida durante uma reunião na terça-feira (28) convocada pelo Ministério Público de Santa Catarina (MPSC), órgãos ambientais e prefeitura. A medida faz parte das ações do programa “Se Liga na Rede” implantado para fiscalização dos esgotos irregulares em Florianópolis.

A ação foi proposta pelo MPSC após a contaminação da balneabilidade em Canasvieiras devido ao derramamento ilegal de esgoto no Rio do Bráz. Desde janeiro o MPSC acompanha o processo para apurar as responsabilidades e as dificuldades encontradas na solução do problema.

A reunião foi mediada pelo Coordenador do Centro de Apoio Operacional do Meio Ambiente (CME), Promotor de Justiça Paulo Antonio Locatelli, e pelo Promotor de Justiça Mário Waltrick do Amarante que colocou-se à disposição para auxiliar nas ações de proteção ao meio ambiente.

A reunião contou ainda com as presenças de representantes da Fundação do Meio Ambiente (FATMA), da Companhia Catarinense de Águas e Saneamento (CASAN), da Fundação Municipal do Meio Ambiente de Florianópolis (FLORAM), da Agência de Regulação de Serviços Públicos de Santa Catarina (ARESC), da Vigilância Sanitária e o Procurador do Município de Florianópolis.