CRIME

Homem executado na Praia do Moçambique era turista de São Paulo

COMPARTILHE ›
Homem executado na Praia do Moçambique era turista de São Paulo
Foto: Jornal Conexão Comunidade

Foi identificado pelo Instituto Médico Legal (IML) de Florianópolis o homem que foi executado na Praia do Moçambique. O homem de 33 anos foi reconhecido pela amiga que o acompanhava durante a estadia na Capital catarinense. Eles eram de São Paulo e estavam hospedados em Canasvieiras, no Norte da Ilha. Os dois chegaram para passar o feriadão da Independência e o corpo foi localizado na manhã desta segunda (11). Como a família ainda não foi avisada, não divulgaremos o nome da vítima.

LEIA MAIS:
– Corpo é encontrado com marcas de tiros na Praia do Moçambique

“Eles passaram o domingo na praia. Lá pelas 17h ele saiu e disse que ia jantar. Minha irmã tentou falar com ele, mas o telefone deu na caixa de mensagens. (…) A nossa amiga ligou no IML e um cliente meu mandou a reportagem do vocês falando que um corpo tinha sido encontrado”, disse a irmã da amiga da vítima que pediu para não ser identificada.

Ela relatou que a irmã de 28 anos está muito abalada, pois teve que ir ao IML fazer o reconhecimento. A família do homem está sendo localizada pelos amigos para realizar a liberação do corpo e, possivelmente, enviar para São Paulo onde será feito o enterro.

A Delegacia de Homicídios diz que o crime tem relação com o tráfico de drogas, mas os amigos dizem que ele não tinha envolvimento com ilicitos. O corpo tinha três marcas de tiros: uma na cabeça, outra no braço e outro tiro nas costas.

A polícia está buscando pessoas que possam repassar informações sobre o crime. A amiga descobriu junto a Polícia, que a execução foi gravada em vídeo. As imagens não foram repassadas para ela. A irmã da amiga disse que vem buscá-la para voltar a São Paulo nas próximas horas.