SANEAMENTO BÁSICO É NOSSA BANDEIRA!

Empresa vencedora para ampliação do esgoto em Ingleses será conhecida em setembro

Serão R$ 65 milhões financiados pela agência japonesa Jica para construir 58 km de rede em Ingleses

COMPARTILHE ›

saneamento-basico-bandeira

Foto: Assessoria SMHSA / Divulgação / PMF
Foto: Assessoria SMHSA / Divulgação / PMF

A empresa vencedora da licitação para a ampliação do esgoto de Ingleses será conhecida no dia 9 de setembro, quando serão abertas as propostas de preço. Porém, segundo a Casan, o processo burocrático deve levar todo o mês de setembro e em outubro a ordem de serviço será assinada. Serão R$ 65 milhões financiados pela agência japonesa Jica para construir 58 km de rede em Ingleses, contemplando oito estações elevatórias, uma estação de tratamento atingindo 4,4 mil domicílios.

“A estação terá tratamento em nível terciário, removendo 99% da carga orgânica. Ainda vai remover fósforo e nitrogênio que são dois elementos que favorecem a proliferação de algas. É mais caro, mas é o que de mais moderno existe. Será removida 99% da carga orgânica. A água tratada vai diminuir a poluição no Rio Capivari, local onde será colocado o esgoto tratado”, garantiu o engenheiro Fábio Krieguer, gerente de construções da Casan.

Neste projeto lançado pelo Governador Raimundo Colombo há um ano e dois meses, a Casan está adotando uma nova tecnologia com poços de visita em polietileno, onde se evita a infiltração de água da chuva, o que sobrecarrega o sistema de esgoto. Serão contemplados locais como Capivari dos Ingleses, Sítio de Baixo e Santinho, que ainda não possuem rede de coleta pública.

O financiamento das obras é de 100% da Agência Japonesa de Cooperação (Jica), sem contrapartida da Casan. O prazo para pagamento é de 25 anos com juros de 1% ao ano.

SISTEMA EM INGLESES

O sistema de esgotamento sanitário em Ingleses é de apenas 1/3 do balneário. O número é bem inferior ao de Canasvieiras que possui rede em 100% do bairro. Somente a região norte de Ingleses possui rede de esgoto com uma estação elevatória que empurra o efluente para a estação de tratamento em Canasvieiras. A elevatória enfrenta problemas desde a inauguração. No ano passado, parte da Rua das Gaivotas afundou em virtude do problema. Foi feita uma obra de reparo, porém novamente a rua voltou a afundar. A Casan disse que o local precisa de uma nova intervenção para identificar o problema.

COMO LIGAR O ESGOTO?ligaçao-rede-esgoto-arte-casa-pluvial