Emanuel Soares: “Prefeito culpa a Casan, mas não se culpa”

emanuelramon@gmail.com

COMPARTILHE ›

colunista-banner-emanuel

Foto: JCC / JCC
Foto: JCC / JCC

O derramamento de esgoto no verão, ainda está dando o que falar. Distante da realidade de Florianópolis, o Prefeito César Souza Júnior foi criticado por eleitores desde o início do ano em virtude da poluição nas praias. Em entrevista ao Diário Catarinense, o prefeito culpa a Casan, mas não se culpa pela incapacidade da prefeitura em realizar seu trabalho corretamente na fiscalização das ligações irregulares.

A última análise de balneabilidade saiu em 23 de maio e foi realizada pela Fatma. O ponto em frente ao Rio do Bráz segue impróprio para banho. É incrível. Se a Casan fechou o extravasor, como é possível que o problema seja de total responsabilidade da companhia?

E a Casan? Falhou quando o esgoto extravasou da elevatória ao lado do Rio do Bráz. Porém, não cabe a companhia fiscalizar as ligações irregulares que estão disseminadas em toda a região. Só 78% dos imóveis estão com problemas, só isso. Como a Casan é uma concessionária, evita comentar esse tipo de declaração. Até mesmo, já foi ameaçada por um rompimento de contrato.

Enquanto isso, ficamos no aguardo de mais uma temporada com praias podres de poluição. E tomara que, se ocorrer, o nome de Florianópolis fique manchado internacionalmente pela incapacidade pública de tratar esgoto e fiscalizar ligações irregulares.