Emanuel Soares: “Angeloni barra escola no dia 7 de setembro, após acordo”

[email protected]

COMPARTILHE ›

Emanuel Soares Colunista Digital

Emanuel Soares: "Angeloni barra escola no dia 7 de setembro, após acordo"
Foto: Emanuel Soares / Jornal Conexão Comunidade

A Escola Herondina Medeiros Zeferino foi barrada pela segurança do supermercado Angeloni, no dia 7 de setembro, após ter feito uma reunião com a gerência do estabelecimento em Ingleses pedindo que um pequeno espaço do estacionamento fosse liberado para que os alunos cantassem o hino nacional. Isso iria ocorrer após a caminhada da cidadania, realizada anualmente. Estava tudo acertado numa reunião.

Porém no dia do desfile, uma falta de comunicação interna do Supermercado Angeloni, fez com que a segurança barrasse a entrada dos alunos no estacionamento. Uma lástima. E mesmo com a chegada das crianças e dos pais, que certamente são clientes do Angeloni, os responsáveis pela administração do mercado nem deram as caras.

Pela falta de aparição dos responsáveis pelo mercado, questiono: uma empresa desse porte pensa que as pessoas são importantes só na hora de consumir? Não tem campanha de troco solidário que chegue a tempo de desfazer esse mal estar.

E alí nesse desfile, quantos eram os clientes? Pais, alunos, professores, população. Por isso, creio que os menores estabelecimentos e mais familiares tem um atendimento diferenciado.

Com certeza, essa crítica vai cair como uma bomba no supermercado. Porém, o objetivo é fazer repensar atitudes como as que foram tomadas no dia do desfile. Aliás, atitudes nada cívicas.