ELEIÇÕES 2016

Elson Pereira visita o Jornal Conexão Comunidade e faz promessas ao Norte da Ilha

Candidato também foi presenteado com uma camiseta da campanha 'O Norte da Ilha é Tudo de Bom - Eu Cuido'

COMPARTILHE ›
Foto: Luzia Vidal / Jornal Conexão Comunidade
Foto: Luzia Vidal / Jornal Conexão Comunidade

O candidato Elson Pereira do PSOL visitou o Jornal Conexão Comunidade para responder as perguntas sobre as principais demandas da região do Norte da Ilha. O candidato também foi presenteado com uma camiseta da campanha ‘O Norte da Ilha é Tudo de Bom – Eu Cuido’. O Jornal Conexão Comunidade está abrindo espaço aos candidatos à prefeitura que procurarem a redação para expor as propostas para a região. O contato pode ser feito pelo 48 3365 8189 ou pelo e-mail emanuelsoares@jornaloconexao.com.br

LEIA A ENTREVISTA

JORNAL CONEXÃO: Como o senhor vai resolver o problema do esgoto aqui na nossa região?

ELSON: É um erro ligar esse problema apenas ao turista. Ele tá ligado primeiramente ao morador. (…) Nós teremos que trabalhar nos primeiros meses, a partir de uma ideia de gestão e rever contratos de uma prefeitura que está sendo entregue quebrada. A Casan é uma concessionária. Ela está submetida ao plano municipal de saneamento. Na prática, a prefeitura por não assumir o protagonismo, por não ter uma estrutura na secretaria de Habitação e Saneamento, (…) como você vai fiscalizar a Casan? De propor ações pra Casan? De obrigar ela a estar submetida ao plano? Ela tem que estar submetida ao município que vai exigir. (…) Nós queremos um planejamento para que daqui a xis anos, queremos tanto de cobertura de esgoto. A população quer uma resposta.

JORNAL CONEXÃO: Segurança pública e dever do Estado. Mas como a prefeitura pode agir nesse tema para diminuir essa onda de furtos e roubos que vivemos?

ELSON: Primeiramente é preciso reconhecer a população do Norte da Ilha e seu peso. (…) A Guarda Municipal tem funções específicas e ela pode desenvolver o papel de presença. Ela pode ajudar na sensação de segurança das pessoas. Temos que construir espaços, já que a presença das pessoas nas ruas também trás segurança. Você tem muito menos medo de passar numa rua movimentada do que numa rua deserta.

JORNAL CONEXÃO: Ingleses tem carência de áreas de lazer. Tínhamos a proposta de uma praça. É possível construir uma praça nessa região?

ELSON: Acredito que não é só os Ingleses que faz essa demanda por praças. Praticamente todos os distritos de Florianópolis pediram uma área de lazer. A construção de uma praça pode ser feita com baixo custo e alto impacto. Hoje existem essas iniciativas com o setor privada, mas a função do protagonismo é da prefeitura. As vezes a comunidade pede uma coisa e a prefeitura faz outra. É preciso conversar com a comunidade. A prefeitura não tem o monopólio do saber.

JORNAL CONEXÃO: O seu partido é o PSOL, mas como vai ser a distribuição de cargos entre o PV e a Rede Sustentabilidade? O senhor é mais técnico do que político. Como será a ocupação dos cargos?

ELSON: Não ouvi em nenhum momento discussões em relação a cargos na minha coligação. Sempre debatemos um projeto para a cidade e uma alternativa para a visão política que está aí há 20 anos. Não temos esses compromissos em relação a cargos. Temos o compromisso de diminuir os cargos comissionados na prefeitura.

JORNAL CONEXÃO: O que o eleitor pode ter certeza se o senhor for eleito prefeito?

ELSON: Eu peço esse voto com muita responsabilidade. Acredito que posso contribuir verdadeiramente, não para resolver tudo, mas para iniciar a construção de uma outra cidade que é possível e urgente. Peço o voto para Elson 50 com meu vice, Fábio Botelho, e nos vereadores. A câmara não pode ser ocupada por pessoas que não tem interesse pela cidade e que possuem outros interesses.