Dr Dinarte: “Você acredita em fantasmas? A história do Monte Verde arrepia”

drdinarte@jornalconexao.com.br

COMPARTILHE ›

colunista-banner-drdinartefantasma-casaNão vou falar de política nem de problemas do bairro. Hoje vou contar uma história que ouvi de pessoas que moram no bairro que será mencionado. É uma lenda que muitos juram ser verdadeira. Você acredita em fantasmas? A história do Monte Verde arrepia quem ouve ou lê.

Em uma rua do Bairro Monte Verde, no Norte da Ilha, existe uma casa que muitos moradores dizem ser assombrada. As pessoas não gostam nem de olhar para a casa. No local, segundo contam moradores, viveu uma família muito feliz composta por pai, mãe e duas crianças que chergaram ao local cheios de expectativas para a nova vida. Com o passar dos dias eles viram que não estavam sozinhos dentro da casa. Muitas famílias tentaram morar nesta casa, inclusive já foi usada como marcenaria, loja, oficina, pois tem um galpão grande junto à lateral da casa e outro aos fundos, mas ninguém conseguiu suportar por muito tempo.

Durante o dia, a vizinhança é tranquila mas no período noturno é que os pesadelos da família começaram. As primeiras experiências paranormais ocorreram uma semana após a mudança para o local. Os barulhos mais comuns eram de copos e vidros quebrando, coisas arrastando, portas fechando e sons estranhos. A família foi ficando enlouquecida com o passar dos dias até que uma fatalidade ocorreu. A loucura tomou conta do pai de família e ele matou a esposa, os filhos e se matou.

A casa foi esvaziada após a tragédia que ocorreu há muitos anos. Os vizinhos disseram na época que viam pessoas desconhecidas andando pela casa ou até sentadas em suas camas durante a noite, fumando, conversando, rindo e em seguida desapareciam.

O tempo passou, quando a tragédia foi quase esquecida pela comunidade, uma outra família se mudou para o local. Tudo parecia tranquilo no dia da mudança, porém no dia seguinte foram vistos sentados junto ao meio fio da calçada, apavorados esperando alguém vir buscá-los. Segundo se comenta, a casa está abandonada há muito tempo, mas seu estado de conservação não é dos piores, pois não foi invadida por ninguém apesar de estar aberta. O atual dono da casa nunca mais apareceu, e não existe nenhuma placa de vende-se ou aluga-se no local.

Essa é uma história contata por alguns moradores do local. Se é verdade, não saberia dizer nesse momento e não gostaria de confirmar. Entre o mundo que nós vemos e as coisas que tememos existem portas. Quando elas são abertas, nossos pesadelos viram realidade.