INVESTIGAÇÃO

Divulgada foto do jovem suspeito de matar a transexual Jennifer

Segundo a polícia, as motivações do crime, só serão descobertas quando o suspeito for preso

COMPARTILHE ›

Este slideshow necessita de JavaScript.

A Polícia Civil, por meio da Delegacia de Homicídios (DH), divulgou um cartaz com fotos do jovem suspeito da morte da transexual Jennifer Célia Henrique, de 38 anos. O crime aconteceu no mês de Março e completou 40 dias nesta semana. O suspeito é o jovem Dik Greison Isidoro da Silva, de 22 anos, que é considerado foragido pela Justiça. Segundo a polícia, as motivações do crime, só serão descobertas quando o suspeito for preso.

LEIA MAIS:
– “Minha mãe chora todos os dias”, diz irmã da transexual assassinada em Ingleses

O delegado Eduardo Mattos, responsável pela investigação, confirmou a autenticidade do cartaz que circula na internet com as imagens do suspeito do crime. Uma fonte ouvida pelo Jornal Conexão Comunidade disse que o jovem é morador de rua e confessou a outros moradores que cometeu o crime.

A morte da transexual que atuava como representante da venda de cosméticos, chocou moradores do Norte da Ilha, amigos, familiares e seguidores de Jenni nas redes sociais. Nesta semana, o Jornal Conexão Comunidade conversou com uma irmã de Jennifer que disse que desde a morte, a família tem sofrido muito. A vítima era responsável por cuidar dos pais que são idosos.

O corpo da transexual, que foi enterrado no cemitério de Ingleses, tinha marcas na cabeça e lesões causadas por esganadura. Quem tiver pistas do suspeito, pode entrar em contato com a polícia pelos telefones (48) 3251 5200 ou no disque denúncia pelo 181. O anonimato é garantido.