POLÊMICA

Diretora diz que não mandou alunos para casa por não estarem de uniforme

COMPARTILHE ›
Diretora diz que não mandou alunos para casa por não estarem de uniforme
Foto: Emanuel Soares / Jornal Conexão Comunidade

Uma polêmica está dividindo a Escola Estadual Intendente José Fernandes, na Praia dos Ingleses em Florianópolis, que é o uso do uniforme. A escola está exigindo desde segunda-feira (13) o uso de uma camiseta de identificação para os alunos. O caso foi parar na polícia, depois que uma mãe disse que o filho foi impedido de ter acesso à instituição e foi mandado de volta para casa. A diretora nega e diz que não mandou alunos embora.

Os alunos devem vestir uma camiseta com o logotipo da instituição e calça ou bermuda da cor azul ou preta. Valquíria Luersen, diretora da escola, diz que a criança de sete anos entrou e saiu, ainda antes do período de aulas. “Ele não foi mandado embora. Como é uma exigência, os alunos sem uniforme são reunidos no pátio da escola e, antes de subirem para a sala, passam na coordenação e levam o bilhete”, disse.

Diretora diz que não mandou alunos para casa por não estarem de uniforme
Foto: Emanuel Soares / Jornal Conexão Comunidade

A mãe alega que o filho foi mandado de volta e por isso, registou um boletim de ocorrência na Polícia Civil por não ter sido informada pela escola. A decisão de ‘exigência’ do uniforme foi tomada após uma assembleia de pais da escola. Outra mãe, disse que os dois filhos foram mandados embora e eram estudantes do 5º e 6º ano. “Eles exigem que seja a camiseta da escola, calça preta ou azul”, contou. Mães estão programando um protesto em frente a escola, já que muitos pais não possuem condições financeiras para comprar o uniforme.

Para evitar mais problemas, a escola está desburocratizando o processo. Carteirinhas estão sendo confeccionadas pela instituição para que os alunos possam acessar a escola. Mesmo assim, uma camiseta da escola está sendo exigida. Pais que não possuem condições financeiras, devem procurar a Escola Intendente para que o problema seja entendido pela direção que busca apoio de empresários para dar o uniforme para alunos que não tem dinheiro para comprar.

A diretora diz que, por enquanto, quem comunicar a carência à escola pode mandar os filhos com uma camiseta branca. Só não serão aceitos shorts femininos.

A secretaria de Estado da Educação disse que nenhum aluno foi mandado embora para casa e que todos são recebidos.