URGENTE

Dique rompe e Rio do Bráz volta a atingir o mar de Canasvieiras

Rompimento pegou de surpresa prefeitura e Casan que trabalhavam para combater a poluição no local

COMPARTILHE ›

Como já era esperado, a medida paliativa da Prefeitura foi apenas paliativa. O dique feito pelo município no Rio do Bráz estourou com a chuva forte na noite desta quinta-feira (14) e a fétida água retomou o curso em direção ao oceano. Pelas redes sociais, moradores do Norte da Ilha criticaram novamente a poluição no balneário. Nesta quinta-feira o Ministério Público Federal ajuízou uma ação para que a desobstrução ocorresse.

O rompimento do dique pegou de surpresa a Prefeitura de Florianópolis e a Casan, dois órgãos que estavam diretamente elencando medidas contra a poluição das águas do rio e do mar de Canasvieiras. O rompimento ocorre poucas horas após a Fundação do Meio Ambiente (Fatma) divulgar um relatório indicando que Canasvieiras voltou a ser própria para banho.

Os níveis de poluição mancharam o nome da praia. A Prefeitura de Florianópolis diz que a poluição ocorre por causa das ligações irregulares de esgoto. Porém, falhas na elevatória de esgoto da Casan, junto ao Rio do Bráz, provocaram um vazamento de esgoto dentro do rio.

Muitos moradores de Canasvieiras apostam que o mar voltou a ser completamente impróprio para banho com o rompimento do dique da prefeitura. Com as discussões voltadas ao saneamento, o prefeito César Souza Jr cancelou as férias para evitar um desgaste político em ano eleitoral.

Prefeitura e Casan ainda não informaram quais medidas serão tomadas para que a poluição seja contida mais uma vez.