CANASVIEIRAS

Dique bloqueia foz do Rio do Bráz para tentar diminuir poluição

Máquinas trabalharam durante a madrugada para fechar o ponto de encontro do rio com o mar

COMPARTILHE ›

A Prefeitura de Florianópolis montou uma operação de guerra para tentar minimizar a poluição causada pelo despejo irregular de esgoto na rede pluvial, além do extravasamento do efluente da Estação Elevatória da Casan ao lado do Rio do Bráz. Durante a madrugada, máquinas bloquearam com areia o ponto onde o rio deságua no mar.

O município acredita que a poluição vai diminuir muito com o fechamento do rio. Junto a isso, estuda-se a colocação de bactérias na água que serão responsáveis por combater o mau cheiro e o esgoto largado de forma clandestina nas águas do rio.

“Nós estamos fazendo um estudo com os técnicos da Casan para que possamos contatar uma melhoria dos cursos da água dos rios do Bráz e Capivari. Não somente um tratamento para a condição de balneabilidade agora para o verão, mas uma melhoria devolvendo o rio de maneira saudável para a população”, confirmou o secretário de Habitação e Saneamento, Domingos Zancanaro.

Os moradores de Canasvieiras questionam se o dique vai aguentar a primeira chuva forte de verão. O prefeito César Souza Jr visitou o balneário e foi questionado pelo Jornal Conexão Comunidade sobre a qualidade do serviço de esgoto oferecido pela Casan. No dia 31 de dezembro o jornal noticiou o extravasamento na elevatória, durante a falta de luz.

“Em relação ao esgotamento sanitário, tivemos problemas que precisam ser corrigidos. A prefeitura como órgão concedente está fiscalizando e tenho conversado com o presidente Valter Galina para que possamos promover as correções. Fomos muito bem no fornecimento de água e temos muito o que melhorar, um caminho longo a percorrer, no fornecimento de esgoto”, disse o prefeito.