INVESTIGAÇÃO

Delegado diz que prisão em Ingleses têm relação com mortes em Florianópolis

COMPARTILHE ›
Foto: Luzia Vidal / Jornal Conexão Comunidade
Foto: Luzia Vidal / Jornal Conexão Comunidade

A Delegacia de Homicídios prendeu na manhã desta quarta-feira (13) um homem suspeito de participar de homicídios em Florianópolis. O número de mortes violentas em 2017 na Capital catarinense chega a 123. O delegado Ênio Matos, responsável pelas investigações, não especificou quais os crimes estão possivelmente ligados ao suspeito preso na Servidão do Arrastão.

LEIA MAIS:
– Operação da polícia no Norte da Ilha prende homem suspeito de homicídio

“É um cumprimento de mandado de busca e não uma ‘operação’. Buscamos encontrar informações relacionadas as mortes que têm ocorrido aí”, disse o delegado.

Um homem de 23 anos foi detido com uma arma e drogas, além de celulares em um sobrado amarelo que fica numa travessa da Rua Graciliano Manoel Gomes. Todo o material apreendido, o suspeito e mais uma mulher foram encaminhados para a 8ª Delegacia de Ingleses e posteriormente ao centro, na sede da Delegacia de Homicídios.

Das 123 mortes violentas esse ano em Florianópolis, mais de 50 ocorreram no Norte da Ilha em 2017. O número é considerado preocupante pelas autoridades públicas.

Questionado sobre uma possível relação do suspeito com a morte do turista paulista na segunda-feira (11) na Praia do Moçambique, o delegado disse que a ação desta manhã não tem relação alguma com o crime.