TEMPESTADE

Defesa Civil contabiliza 122 famílias atendidas com lonas no Norte da Ilha

COMPARTILHE ›
Defesa Civil contabiliza 122 famílias atendidas com lonas no Norte da Ilha
Foto: Jaime Júnior / Jornal Conexão Comunidade

A Prefeitura de Florianópolis, por meio da Defesa Civil, contabilizou 122 famílias atendidas após a passagem do vendaval que provocou destelhamentos em toda a região. Os bairros mais afetados foram Santinho e Ingleses. A Upa Norte que ficou fechada, pela segunda vez, foi reaberta. O secretário Carlos Alberto Justo, professor Paraná, realizou atendimentos de pacientes na unidade que trabalha sem restrições na manhã desta segunda-feira (13).

Segundo a Defesa Civil do Estado, 300 residências foram afetadas pelo temporal, além da Upa e a Escola Maria Tomázia. O Corpo de Bombeiros recebeu 50 solicitações de corte de árvores. Muitos comércios não puderam abrir as postas na manhã de hoje por causa da falta de luz. Por volta de 8h50, a Celesc tinha 2,9 mil unidades consumidoras sem energia elétrica e a expectativa é que hoje os problemas sejam resolvidos.

Na saúde, além da Upa, o serviço está afetado, sem vacinação, nas unidades de saúde da Cachoeira, Jurerê, Ponta das Canas e Santo Antônio de Lisboa. Na Vargem Pequena, a unidade ainda está sem luz.