Cristiano Vieira: “Os resultados caíram, hora de mudar tudo?”

contato@jornalconexao.com.br

COMPARTILHE ›

cristiano-banner-colunista-site-topoMas quando tempo você levou para chegar até onde está? Afinal de contas se você levou meses ou anos para montar sua equipe até o ponto que estava ontem e hoje decide mudar tudo. Se esta for a decisão acertada, só existe um motivo para isto e não estamos falando de resultados.

O único motivo para uma mudança tão brusca é quanto esta mudança deveria ter acontecido a muito tempo atrás.

Não é tão simples mensurar o momento de se trocar uma equipe, ou mudar tudo, afinal de contas mudar tudo significa que a empresa também tem de mudar, mesmo que seja a postura, mas se é para mudar tudo…

Nunca se deve mudar tudo, as mudanças devem ser constantes, graduais e planejadas. Por pior que seja seu resultado, algum acerto o mantem no mercado até hoje, estes acertos são a sua base e as mudanças devem partir daí.

Imagine como seria o resultado de sua equipe se melhorasse seu produto, aumentasse a verba de investimento para marketing e desenvolvimento, enfim não analise o que você, empresário, faria se os resultados da sua equipe fossem melhores e sim o que sua equipe seria capaz de fazer se o seu produto e sua empresa estivessem melhor “embalados”.

Outro fator que faz com que venha a vontade de mudar tudo é comparar apenas resultado com o do seu concorrente e observar que ele está melhor, mas sem analisar o percurso que ambos utilizaram para chegar até ali.

Normalmente para acabar com as dúvidas sobre mudar tudo ou não aparecem os “anjos”, anjos eu denomino consultores de oportunidade, que sem uma análise macro da situação prometem soluções milagrosas que não se realizam. Até mesmo porque em negócios milagres não existem.

Uma equipe é como um imóvel, a sua casa; De tempos em tempos algo quebra e você vai fazendo os reparos, ai você gradativamente faz melhorias substituindo um televisor de tubo por led, depois o ar condicionado por um mais econômico e por fim trocamos a pintura, mudamos a cor, fazemos uma reforma e valorizamos o imóvel. Agora, se não fizermos nada disto chegará um momento que a casa estará inabitável, desvalorizada. Para resolver isso, teremos que fazer todos os reparos de uma vez só, e pode faltar dinheiro. Neste caso, voltaremos à estaca zero, tendo que fazer tudo aos poucos, da mesma forma que deveríamos ter feito lá no início, agora com urgência para mantermos a casa em pé. E tudo que fazemos de maneira urgente é passível de erros.

Lembre-se: De nada adiantará a casa bonita e confortável se o morador não der valor a ela.

Quando os resultados caírem não é mudança a palavra de ordem, mas sim evolução. Não mude, evolua, todo dia.

Boa Semana.