LIXO ELEITORAL

Comcap recolheu 2,5 toneladas de santinhos nas ruas da Capital

Apesar de esperar menos, quantidade foi um quinto da sujeira verificada em 2012

COMPARTILHE ›

eleiçoes-logo-topA Comcap informa que foram recolhidos 60 sacos de lixo eleitoral em Florianópolis entre a tarde de domingo e a manhã desta segunda-feira (3). Em torno de 2,5 toneladas de santinhos foram jogadas às ruas, calculou o responsável pela Operação Eleições, Luiz Carlos Andrea Scotti. Ainda assim, como previu o presidente da Comcap, Marius Bagnati, cinco vezes menos do que na última eleição municipal. Em 2012, foram retiradas 11 toneladas de papel das imediações dos locais de votação.

Ainda na manhã desta segunda-feira, o trabalho teve de ser reforçado em colégios eleitorais do Centro, como o Instituto Estadual de Educação, e da Costeira do Pirajubaé, como Escola Municipal Professor Anísio Teixeira.

Apesar do derrame de santinhos configurar propaganda irregular, a prática foi verificada nas imediações dos principais colégios eleitorais da Capital.

Segundo Scotti, a companhia havia escalado apenas 10 empregados para os principais locais de votação e faria a limpeza das vias na manhã seguinte. Entretanto, teve de acionar mais pessoas, da equipe da madrugada para antecipar o serviço. “Tomamos um susto com a quantidade de sujeira, dos mais variados candidatos, nos grandes colégios eleitorais como Mauro Ramos e Saco dos Limões”, informou Scotti.

De acordo com o diretor de Operações, José Vilson de Souza, “apesar do eleitor olhar com maus olhos para quem suja as ruas, infelizmente, ainda há os que se arriscam a cometer crime eleitoral e fazem tapetes de panfletos na última hora”.

Pelo menos na área central, relataram os empregados da Comcap, houve registro de ação da Justiça Eleitoral para documentar a irregularidade.