REPORTAGEM EXCLUSIVA

Cinco consórcios são habilitados na licitação internacional do esgoto de Ingleses

Problema nas propostas técnicas atrasaram a abertura dos envelopes que foi remarcada para o dia 3 de outubro

COMPARTILHE ›

saneamento-basico-bandeira

Foto: Emanuel Soares / Jornal Conexão Comunidade
Foto: Emanuel Soares / Jornal Conexão Comunidade

A Casan e a Agência de Cooperação do Japão (Jica) habilitaram cinco consórcios para a participação da licitação que vai ampliar o sistema de esgoto da Praia dos Ingleses a partir do fim deste ano. O processo teve andamento, após o Jornal Conexão Comunidade noticiar que os japoneses haviam trancado o projeto em virtude de problemas nas propostas técnicas das empresas participantes. A abertura dos envelopes com os preços de cada empresa ocorre no dia 3 de outubro.

Foram habilitados os consórcios LFM-Cesbe, AGC-Ingleses, GEL-Telar, KMG-CTL-Melhor Forma e a Construtora Elevação. Outros quatro concorrentes foram desclassificados por não apresentar a experiência solicitada pelo projeto encabeçado pela Casan e pelos japoneses que vão financiar toda a obra. Ao todo, foram nove propostas recebidas.

A abertura dos envelopes com a proposta de preço será no dia 3 de outubro, às 10 horas, na sede da Casan no Centro de Florianópolis. A empresa vencedora deverá aguardar ainda, até um mês, para os procedimentos de possível recurso das perdedoras para que a ordem de serviço seja assinada. A previsão é que isso ocorra nos primeiros dias de Novembro.

Na primeira quinzena do mês de setembro, a prefeitura decretou utilidade pública em quatro áreas para desapropriação. Elas serão usadas para a estrutura do novo sistema de esgoto.

SISTEMA DE ESGOTO

Foto: Projeto da Estação de Tratamento / Reprodução
Foto: Projeto da Estação de Tratamento / Reprodução

O projeto foi lançado há 1 ano e 3 meses ao valor de R$ 64,4 milhões. O objetivo é ampliar a rede em 59 quilômetros, chegando a 4,7 mil residências. Hoje, a rede de coleta pública de efluentes que está presente em somente 1/3 do balneário. A obra contempla também nove estações elevatórias e 7 quilômetros de linhas de recalque (canos que transportam o esgoto bombeado pelas elevatórias até a estação de tratamento). O prazo de execução é de 30 meses, com diminuição nas atividades durante a temporada de verão.