35 DIAS DE GREVE

Cartaz em posto de saúde fechado disponibiliza telefone do gabinete do prefeito

COMPARTILHE ›
Cartaz em posto de saúde fechado disponibiliza telefone do gabinete do prefeito
Foto: Emanuel Soares / Jornal Conexão Comunidade

A greve dos servidores municipais de Florianópolis completa 35 dias e na manhã desta segunda-feira (20), não há ninguém no posto de saúde do Santinho, nem segurança e nem para explicar a falta do atendimento. As luzes estão desligadas e a porta chaveada. Na porta, um cartaz alerta aos usuários a suspensão do atendimento, além de disponibilizar o telefone do gabinete do prefeito Gean Loureiro para reclamações.

Uma paciente que procurou o atendimento no local, estava perdida e sem saber o que fazer. “Não estou me sentindo bem, e agora terei que ir até a Upa Norte que também não tá atendendo”, disse Ana Pereira, moradora do Santinho.

Uma nova assembleia do Sintrasem vai ocorrer na tarde de hoje. O sindicato quer a revogação total do pacote de austeridade que afeta os servidores, mas o prefeito já encaminhou ao legislativo um projeto para flexibilizar alguns pontos do pacote.

A greve foi declarada ilegal pela Justiça e os servidores podem ter o ponto descontado, além do risco de responder a processos administrativos que podem culminar com uma exoneração.

Cartaz em posto de saúde fechado disponibiliza telefone do gabinete do prefeito
Foto: Emanuel Soares / Jornal Conexão Comunidade