BALNEABILIDADE

Análise da água das praias não é feita há 22 dias pela Fatma

Fundação que usa os Bombeiros para ajudar na coleta decidiu não realizar na virada do ano para que os guarda-vidas tivessem como foco os salvamentos

COMPARTILHE ›

As análises sobre a condição de balneabilidade do Norte da Ilha não são feitas há de 22 dias pela Fundação Estadual do Meio Ambiente (Fatma). A justificativa concedida por telefone ao Jornal Conexão Comunidade (JCC) pela assessoria de imprensa da Fundação é de que a coleta é feita com o apoio do Corpo de Bombeiros e se decidiu não realizar para que os Bombeiros tenham como foco os salvamentos no período de maior movimento durante a virada do ano.

A próxima análise deve sair a partir de sexta-feira (08), 24 dias após a última coleta que avalia as condições de qualidade da água do mar. Todo o resultado fica disponível no site da Fatma, onde é possível ver que o último resultado foi divulgado no dia 15 de dezembro do ano passado.

A Fundação orienta que os banhistas avaliem o histórico do ponto de banho, evitando os locais que estão impróprios como o Rio do Bráz em Canasvieiras e o Capivari nos Ingleses.

Moradores do Norte da Ilha denunciam que os casos de virose são decorrentes da poluição das águas. Uma reportagem do JCC denunciou o aumento nos casos, o que lotou a UPA Norte e esgotou medicamentos nas farmácias.

A reportagem solicitou uma entrevista com um técnico da Fatma, porém a assessoria disse que somente no período da tarde terá alguém disponível, dentro do turno de funcionamento da Fundação.