RIO DO BRAZ

Casan diz que ações vão minimizar poluição em Canasvieiras

Operações estão sendo realizadas pela Casan para auxiliar no processo de despoluição do Rio do Braz

COMPARTILHE ›
Foto: Luzia Vidal / Jornal Conexão Comunidade
Foto: Luzia Vidal / Jornal Conexão Comunidade

O Rio do Braz em Canasvieiras recebeu uma visita de inspeção na manhã desta quinta-feira (10) para verificação das ações realizadas no Norte da Ilha para ajudar na despoluição da região. A vistoria contou com a presença do presidente da Casan, Valter Galina acompanhado do prefeito eleito Gean Loureiro e engenheiros e técnicos da empresa.

Ao longo deste ano a Casan realizou operações para auxiliar no processo de despoluição do Rio do Braz, entre elas, o teste de fumaça na rede de esgoto para identificar ligações irregulares na rede pluvial e a desativação de extravasores da companhia junto a isso outras ações estarão concluídas até o início da temporada.

O presidente Valter Galina, afirmou que estão sendo tomadas todas as medidas necessárias para que o problema das irregularidades identificadas pelo teste de fumaça na praia de Canasvieiras sejam solucionadas. Já foram lacradas 50% dos pontos e até o final do ano todas as ligações irregulares serão desativadas.

“O período de advertências e multas já encerrou, a partir de agora as irregularidades serão lacradas”, disse o presidente.

O prefeito eleito, Gean Loureiro afirmou durante que durante o período de transição de governo estão sendo encaminhadas uma série de ações que terão influência na temporada de verão. Ele ressaltou as ações que podem ser executadas a partir de agora, com a nova subestação que possui uma capacidade maior de processamento.

A Casan entregou um relatório ao completo ao prefeito com as atividades que foram discutidas para serem realizadas durante a temporada.

“Nós vamos acompanhar de perto e cobrar firme a execução do contrato da companhia”, disse Gean.

NOVA ESTAÇÃO DE TRATAMENTO EM CANASVIEIRAS

Com capacidade de receber 100 litros por segundo, a estação compacta está sendo construída pela empresa Fast, em Canasvieiras, no terreno junto à estação do bairro. A estação vai tratar basicamente da água da chuva proveniente das ligações irregulares.O custo da obra é de R$ 8 milhões e o início da operação está prevista para o mês de dezembro.

REDE DE ESGOTO NOS INGLESES E SANTINHO
A ordem de serviço para do Sistema de Esgotamento Sanitário de Ingleses e Santinho será assinada no mês de dezembro e as obras devem começar imediatamente abrangendo totalmente os dois bairros com a rede de esgoto. O projeto será financiado pela Agência Japonesa de Cooperação (Jica).