FURACÃO IRMA

VÍDEO: “Estou sem luz desde o início do furacão”, diz moradora do Norte da Ilha

Viviane é radicada na comunidade de Hollywood, condado de Broward, no sul da Flórida

COMPARTILHE ›


A falta de energia elétrica é um dos desafios dos moradores da Flórida para tentar retomar a vida após o furacão Irma, uma tempestade ‘monstro’, assim classificada pela imprensa dos Estados Unidos. Mesmo com equipes em campo para restabelecer os problemas, a Florida Power & Light, companhia de energia, tem muitos desafios. Uma das pessoas que está no escuro desde o fim de semana é Viviane Hoffmann. Ela tem casa no Norte da Ilha, passa aqui férias e tem familiares. Inclusive, planeja no futuro deixar a América do Norte. Atualmente, é radicada na comunidade de Hollywood, condado de Broward.

“Estou sem luz desde o início do furacão. Tudo bem graças a Deus. Minha casa é forte e com Deus na frente.. Aqui passou em categoria três em oito horas continuas e mais duas horas com rajadas de ventos. Aqui não inundou ou alagou, mas muitos tornados foram registrados aqui na volta”, contou.

Os danos causados pelo Irma, além da falta de energia para 2 milhões de clientes, causam problemas no sinal de internet. A preparação para o furacão que causou uma evacuação em massa do sul do Estado, limpou prateleiras dos supermercados. Viviane contou que foi ao supermercado e as prateleiras estavam vazias. “Não tinha mais água no Walmart antes do furacão. O preço do combustível também aumentou muito, já que as pessoas estocam até que tudo volte ao normal”, contou.

O condado onde está a comunidade que Viviane mora declarou toque de recolher, mesmo assim, na região de Miami onde a mesma medida foi imposta, a polícia prendeu mais de 15 pessoas saqueando casas e comércios.