REPORTAGEM EXCLUSIVA

Transporte de lixo para o aterro sanitário é parcialmente suspenso na Capital

O motivo é o atraso dos pagamentos feitos pela Prefeitura de Florianópolis à Proactiva

COMPARTILHE ›
Foto: Exclusivo / Jornal Conexão Comunidade
Foto: Exclusivo / Jornal Conexão Comunidade

A empresa responsável em realizar o transporte de lixo entre a estação de transbordo da Comcap no Itacorubi e o aterro sanitário em Tijucas, na Grande Florianópolis, diminuiu a quantidade das viagens por causa do atraso dos pagamentos feitos pela Prefeitura de Florianópolis à Proactiva, proprietária dos caminhões que colhem os resíduos coletados pela Comcap.

Nas fotos, é possível ver a montanha de lixo que está acumulado no local onde os caminhões da Comcap colocam o lixo nos veículos que levam o lixo para o aterro sanitário. Máquinas estão trabalhando para acomodar os resíduos, enquanto o contrato é revisto pela prefeitura.

Segundo Marius Bagnati, presidente da Companhia de Melhoramentos da Capital (Comcap), o problema envolve a Proacitva e a Secretaria da Fazenda de Florianópolis. Ele confirmou que as viagens não foram suspensas, apenas a quantidade de veículos diminuiu.

O Jornal Conexão Comunidade entrou em contato com a Prefeitura de Florianópolis e foi informado que uma nota será emitida. A Proactiva não atendeu aos telefonemas.