POLÍCIA

Suspeitos de latrocínio e homicídio são presos no Rio Vermelho

Segundo a Polícia Civil, eles portavam documentos falsos no momento da prisão

COMPARTILHE ›

ATUALIZADA ÀS 13h37

Dois homens paranaenses foram presos pela Diretoria Estadual de Investigações Criminais (Deic), no Rio Vermelho, na tarde desta terça-feira (24). Juliano Luciano Dias, conhecido como “Tiquinho”, de 45 anos, e o irmão dele, Romeu Juliano Dias Filho, conhecido como “Bela”, de 47 anos, portavam, segundo a polícia, documentos falsos na Servidão Maurílio Nunes, no Rio Vermelho.

Os dois têm mandados de prisão em aberto no estado vizinho por latrocínio, homicídio, roubo, porte ilegal de arma de fogo, estelionato, formação de quadrilha e furto.

Segundo a Deic, responsável pelas investigações, um dos criminosos tem que cumprir mais de 100 anos de condenações e estava foragido da Colônia Agrícola de Piraquara desde 2012.

Um terceiro homem, de 18 anos, foi preso pela Central de investigações do Norte da Ilha (Cini) com mandado de prisão expedido pela delegacia especializada, por tentativa de latrocínio nos Ingleses.

Com informações da Polícia Civil.