Silvio Souza: “QUAL A CULPA DO CACHORRO?”

contato@jornalconexao.com.br

COMPARTILHE ›

colunista-silvio-bannerNo início de minha carreira profissional, e lá se vão mais de 40 anos, brincávamos que as “ broncas “ dos chefes eram em efeito cascata.

O presidente “chutava“ o diretor”,

O diretor “chutava “ o gerente regional,

o gerente regional “chutava o gerente“,

o gerente  “chutava“ o supervisor,

o supervisor “chutava “ o funcionário ,

o funcionário “ chutava “ o estagiário.

E o estagiário, o último, como ficava nesta cadeia? Bem, até que um dia o estagiário levou um cachorrinho para chutar.

Estou contando este fato para perguntar que culpa tem o cachorro.

Ou melhor, faço aqui uma relação com as olimpíadas e perguntar que culpa tem os nossos verdadeiros heróis.

Os atletas lá estão superando limites, em alto grau de motivação, buscando desafios, dando o sangue pela sua pátria, chorando vendo sua bandeira ao alto, emocionando-se com o seu hino. Verdadeiro sentimento de orgulho.

O “espírito olímpico” se traduz na mais alta dose de doação e de união dos povos.

Atletas, de novo, “verdadeiros heróis“, que muitas vezes sem patrocínio,  sem apoio buscam com sua força e superação o nosso mais caloroso gesto de apoio e reconhecimento : O SEU APLAUSO.

Outro dia vi uma pesquisa que dizia que mais da metade dos brasileiros não concorda com a realização dos jogos.

Gente, a decisão foi lá atrás, tinham que ter protestado lá.

Não queiram ser comentaristas de resultados.

Agora, é hora de apoio aos nossos atletas.

E que se ferrem esta gente toda, políticos sujos, nojentos e que só sabem sugar o nosso povo tão sofrido. Uns já estão indo, tarde diga-se de passagem e outros irão logo, logo.

Por favor, não coloquem a culpa no cachorro.

O Brasil está querendo surgir das cinzas, vamos todos assoprar e quem sabe reacender as brasas da esperança.

A olimpíada deverá movimentar 1, 5 bilhão de dólares apenas em turismo.

Isto movimenta, restaurantes, hotéis, companhias aéreas, lojas, presentes, gráficas, etc, etc…ah… e  provavelmente movimentará até o  pet shop que cuida do cachorro que hoje você quer chutar. Evento desta magnitude gera empregos ou pelo menos “segura empregos“.

Então, seja sincero com você mesmo e nas próximas eleições utilize seu poder e vote certo, mas acredite, não  é a hora de chutar o cachorro.

É hora de torcer, pelos nossos verdadeiros heróis. Não os heróis do Faustão e muito menos os do BBB.

Até breve e boa semana.