Silvio Souza: “Nem sempre a reta é a menor distância”

contato@jornalconexao.com.br

COMPARTILHE ›

colunista-silvio-bannerA menor distância entre 2 pontos é a reta.

Provavelmente você já tenha ouvido em algum momento de sua vida esta frase.
E ninguém ousa discordar.
Sinto muito, mas vou questionar: A menor distância até pode ser a reta, mas o melhor caminho pode ser uma curva.

Antes de tudo isto, se reta ou curva, importante é saber por onde vamos. Se você não sabe onde está a reta e nem a curva, o que vai adiantar.
Então, caros leitores, a menor distância e o melhor caminho entre 2 pontos sempre será a INFORMAÇÃO, ou melhor, TER A INFORMAÇÃO.
É muito comum, em qualquer atividade, seja de um vendedor, empresário, dona de casa, empreendedor, jogador de futebol, treinador, etc, partirem para uma negociação (profissional ou pessoal) sem o mínimo de informações.
Não importa a situação, nem a atividade, TER A INFORMAÇÃO dá a cada um de nós uma vantagem competitiva extraordinária.

Com informação a conversa corre mais solta.

A grande maioria dos nossos vendedores, tem pouco conhecimento sobre os produtos que vende, imagina exigir que tenham conhecimento de quem compra. Seria utopia.
Agora, uma coisa é certa, vende mais quem conhece mais, tanto de produto, quanto do cliente.
Normalmente em 15 minutos de conversa, cai por água abaixo, qualquer tentativa de afirmarem que conhecem o cliente.

Outro dia, conversando com o proprietário de uma loja de calçados, meu cliente, perguntei a ele, onde estava anotado o número do calçado do seu cliente. Ele ficou me olhando. Parecia que estava perguntando um absurdo. Não tinha esta informação.
Vejam só…. vende calçado e não sabe o número do calçado de seu cliente. Depois gasta muito dinheiro querendo falar com o cliente, aliás tentando saber onde está o seu cliente.  Gasta em panfletos, e-mail marketing, se desespera querendo usar redes sociais, anúncio em rádio, etc, ofertando toda a numeração para todos. Não seria mais barato ofertar, por exemplo, o nº 36 para quem calça 36. Isto chama-se trabalhar nicho. Super barato.

Quer outro exemplo, quando o lojista está precisando de dinheiro, querendo   capitalizar, o lugar que busca cliente é no cadastro dos que compraram a prazo. O tal do crediário. Não possui informação alguma dos clientes que compraram à vista ou no cartão de crédito, ou seja, aqueles que poderiam ajudá-lo mais rapidamente. Estes ele não sabe nem quem são e nem onde estão. Mais grana colocada fora.

Aí é que me refiro quando digo, TER INFORMAÇÃO, saber onde está a reta ou a curva.
E antes que esqueça, isto vale para a tua vida pessoal.

As mães normalmente conduzem suas relações familiares utilizando as curvas, seguem pelos melhores caminhos, mais floridos, leves e de brisa refrescante.

Os pais preferem os mais retos, normalmente os mais rudes, espinhentos e de ar mais pesado.

Estou desconfiado de que as mães acabam chegando mais fácil e rápido aos seus objetivos. O que acham?

Ate breve.