PAPO SÉRIO

Prefeitura abastece farmácias mas faltam vacinas do Governo Federal

COMPARTILHE ›

Papo Sério - Dicas de Saúde e bem estar

"Tomo a vacina há muitos anos e nunca tive gripe", diz primeiro paciente imunizado
Foto: Emanuel Soares / Jornal Conexão Comunidade

A Prefeitura de Florianópolis começou nesta segunda-feira (10), nas unidades de saúde do município, a retomada da distribuição de alguns dos remédios mais importantes para a população que precisa de medicamentos de uso contínuo, como a sertralina (para depressão), sinvastatina 20mg (para colesterol) e clopidogrel (para pessoas com problemas no coração. Só que as mesmas unidades ainda sofrem com a falta de vacinas que são enviadas pelo Governo Federal.

Até o fim desta semana, as farmácias básicas estarão reabastecidas com os medicamentos que estão em falta. A entrega está sendo feita por um caminhão em mais de 50 unidades na Capital.

Desde o início de maio a situação da distribuição dos medicamentos já vinha sendo regularizada, com cerca de 80% dos medicamentos já no estoque da Prefeitura, em processo de distribuição para as unidades de saúde. Nos casos em que ainda há falta, as empresas contratadas pelos pregões atrasaram a entrega – algumas alegando que o medicamento não está mais sendo fabricado ou atraso na distribuição da indústria farmacêutica.

Por isso foi feito novo pregão para contratação de novas empresas com condições para atendimento integral às necessidades da rede de saúde da Capital. Aos poucos, vencidos os problemas de fornecimento e a burocracia das licitações, as farmácias começaram a ser reabastecidas.

Sobre as vacinas, a prefeitura diz que o Ministério da Saúde continua atrasando, desde abril, o abastecimento de algumas delas. Para muitos dos casos, não houve previsão do Governo Federal sobre quando a situação será regularizada.

CONFIRA A LISTA DE VACINAS:

Hepatite B
Distribuição reduzida por baixa disponibilidade no estoque nacional. Sem previsão de entrega.

Pentavalente
Não foi distribuída pelo Ministério da Saúde aos estados por indisponibilidade de estoque. Anvisa aguarda documentação do distribuidor para liberar o produto, em previsão de entrega.

DTPa
Não foi distribuída pelo Ministério da Saúde aos estados por indisponibilidade de estoque. Anvisa aguarda documentação do distribuidor para liberar o produto, em previsão de entrega.

Soro antirrábico
Não foi distribuída pelo Ministério da Saúde aos estados por indisponibilidade de estoque. Anvisa aguarda documentação do distribuidor para liberar o produto, em previsão de entrega.

Antitetânica
Distribuição reduzida por baixa disponibilidade no estoque nacional. Sem previsão de entrega.

Rotavírus
Problemas com o lote vistoriado pelo Ministério da Saúde, não há previsão de entrega pelo Governo Federal.