#ALERTA

Poder público pode decretar emergência sanitária em Canasvieiras

Autoridades estaduais e municipais se reuniram para debater a poluição do Rio do Bráz causada pelo esgoto

COMPARTILHE ›

O Governo do Estado e a Prefeitura de Florianópolis podem decretar ‘Estado de Emergência Sanitária’ em Canasvieiras. O anúncio foi feito na manhã de hoje pelo Governador em exercício, Eduardo Pinho Moreira. “A medida poderá desburocratizar as ações que já começaram a ser executadas e, esperamos, com resultados positivos nos próximos dias para essa região”, afirmou. Na manhã desta segunda-feira, 11, ele participou de reunião com o prefeito César Souza Júnior e técnicos da Prefeitura e do Executivo Estadual para tratar da contaminação do Rio do Braz, no Norte da Ilha de Santa Catarina, por despejo de esgoto.

Como resultado do encontro, a Casan se comprometeu em ampliar em 25% a capacidade de bombeamento do sistema de esgoto no distrito. “Como medida emergencial, vamos instalar uma quarta bomba na estação elevatória à margem do Rio do Brás e construir uma linha com 400 metros até a rede que leva o material à estação de tratamento”, informou o técnico da Casan, engenheiro Jair Sartorato.

Além disso, a médio e longo prazo, em parceria com a administração municipal, será feita uma limpeza dos canais de drenagem para garantir o fluxo normal do rio, que desemboca no Rio Papaquara. Também está prevista a ampliação da estação de tratamento já para a próxima temporada.

Nenhuma autoridade comentou o extravasamento de esgoto da Casan no rio, dia 31 de dezembro durante o período de falta de luz.

O Governo do Estado e a Prefeitura também ficaram de avaliar tecnicamente a possibilidade da construção de um dique com material flexível para manter o curso natural do Rio do Bráz.