URGENTE

Ônibus paralisam no Norte da Ilha no início da manhã desta quinta-feira

Por volta de 7h30, ônibus da mesma linha passavam juntos pela Estrada Dom João Becker

COMPARTILHE ›
Foto: Emanuel Soares / Jornal Conexão Comunidade
Foto: Emanuel Soares / Jornal Conexão Comunidade

Motoristas e cobradores do sistema de transporte coletivo paralisaram as atividades no início da manhã desta quinta-feira (22). A interrupção ocorreu por duas horas e os coletivos voltaram a circular às 6h. O motivo é uma adesão ao movimento que é contrário as reformas trabalhistas propostas pelo Governo Federal. Por volta de 7h30, ônibus da mesma linha passavam juntos pela Estrada Dom João Becker, próximo ao centrinho dos Ingleses, como flagrou o Jornal Conexão Comunidade.

Foto: Emanuel Soares / Jornal Conexão Comunidade
Foto: Emanuel Soares / Jornal Conexão Comunidade

Nos Ingleses, os pontos ficaram cheios. Na saída do bairro, o local de embarque na SC-403 chegou a ter 50 pessoas por volta de 6h30, quando os primeiros coletivos começaram a passar. Por volta de 7h30, dois ônibus da mesma linha executiva passavam juntos recolhendo os passageiros pela região do centrinho dos Ingleses.

A informação de que haveria uma outra paralisação no período da tarde não foi confirmada pelos representantes dos trabalhadores.

Em nota, o sindicato de morotistas e cobradores (Sintraturb) afirmou que essa manifestação faz parte da luta pelos direitos. “Essas manifestações e paralisações iniciam uma grande luta contra os ataques aos direitos trabalhistas e sociais, contra a liberdade de organização e expressão. (…) Aqui em nosso cotidiano, exigimos a imediata implementação do estacionamento dos ônibus junto ao Ticen, compromisso assumido e descumprido pelos patrões e a prefeitura de Florianópolis. Sem onde estacionar os ônibus durante nossos intervalos, ficamos sem o direito, sequer, de poder ir ao banheiro e nos alimentar. Chega!”, fecha a nota.