PROTESTO

Manifestação pede justiça pelas vítimas do acidente com o Camaro

Grupo pede agilidade na investigação para punir o responsável

COMPARTILHE ›
Foto: Jaime Júnior / Jornal Conexão Comunidade
Foto: Jaime Júnior / Jornal Conexão Comunidade

Atualizada às 20h30

Familiares e amigos das vítimas do acidente com um Camaro no dia 1º de janeiro, no bairro Ingleses promovem uma manifestação no início da noite desta sexta-feira (6). Eles pretende sair em caminhada até a 8ª Delegacia de Polícia no bairro.

Os manifestantes estão ainda chocados com o que aconteceu, pedem justiça e a punição do culpado pelo acidente que matou a empresária Cristiane Flores e deixou em estado grave, com as duas pernas amputadas, o marido dela Nilandres Lodi e o amigo Gean Mattos que continuam internado em estado grave no hospital.

O grupo se reuniu em frente da empresa RMS Auto Som, onde aconteceu a tragédia, uma viatura do Pelotão Tático da Polícia Militar acompanha os manifestantes.

Segundo o Tenente Murer, responsável pelo policiamento na região, a PM acompanha o movimento para dar garantias ao direito de expressão e a integridade física dos participantes garantindo o direito de locomoção daqueles que não estão participando do protesto.

Foto: Jaime Júnior / Jornal Conexão Comunidade
Foto: Jaime Júnior / Jornal Conexão Comunidade
Foto: Jaime Júnior / Jornal Conexão Comunidade
Foto: Jaime Júnior / Jornal Conexão Comunidade

Motorista que causou o acidente está foragido