REPORTAGEM EXCLUSIVA

Família busca motorista que atropelou e não prestou socorro a homem em Ingleses

Vítima não resistiu aos ferimentos e morreu após ser levado ao Hospital Celso Ramos, no Centro de Florianópolis

COMPARTILHE ›
Foto: Arquivo Pessoal
Foto: Arquivo Pessoal

Um atropelamento na noite de sexta-feira, 28 de maio, na Rua do Marisco, quase esquina com a Dante de Patta, nos Ingleses causou a morte do trabalhador autônomo José Carlos Salles Dedeco, 51 anos. O acidente ocorreu às 0h30 e o motorista fugiu sem prestar socorro. José foi atingido em cima da calçada e foi socorrido pelos moradores que ouviram o barulho. O Samu foi chamado, encaminhou a vítima para o hospital Celso Ramos e horas mais tarde, José morreu em decorrência da gravidade dos ferimentos.

As marcas da freada do automóvel ficaram na rua. Ele deixou a esposa, uma filha de 15 anos e mais cinco filhos. A polícia civil investiga o crime e de acordo com as imagens de câmeras de condomínios da região busca o responsável pelo acidente. Algumas imagens que estão com a investigação é possível ver um carro que circula pela Rua do Marisco no exato horário do acidente. A polícia civil aguarda as imagens da Caixa Econômica Federal para analisar.

A esposa de José Carlos, Cibele Alves, relatou à reportagem do Jornal Conexão Comunidade a indignação pela falta de imagens das três câmeras de segurança da polícia militar que estão desligadas próximas ao local do acidente.

“O carro vinha da Rua do Futuro e deveria estar em alta velocidade, não venceu a curva e pegou meu marido. E o pior é que ainda não pudemos identificar o irresponsável que fez isso, porque as câmeras de segurança, que nós cidadãos pagamos, estão funcionando. Nossa família está arrasada”, afirmou.

Como ainda não se sabe das características do veículo, qualquer informação pode ajudar a identificar o motorista que matou José Carlos. A denúncia é anônima e não é preciso se identificar ao telefone 181.