conecte-se conosco

EM BUSCA DE VERBAS...

Estragos causados pela ressaca são apresentados ao Governo Federal

Publicado em

Faixa de areia desaparece no canto sul de Ingleses por causa da ressaca
Faixa de areia desaparece no canto sul de Ingleses por causa da ressaca

Foto: Emanuel Soares / Jornal Conexão Comunidade

O prefeito Gean Loureiro está em Brasília, onde terá reuniões nesta quarta-feira (27) no Ministério da Integração Nacional e na Secretaria Nacional de Defesa Civil. Lá, serão apresentados os levantamentos feitos pela Prefeitura de Florianópolis sobre os estragos causados pela ressaca nas praias do Norte da Ilha. Ingleses, Canasvieiras e Praia Brava estão em situação de emergência.

LEIA TAMBÉM:
– Prefeito faz vistoria dos estragos causados pela ressaca no Norte da Ilha
– Posto guarda-vidas ameaça desabar na Praia de Canavieiras
– 12 FOTOS: Maré baixa e estragos da ressaca ficam evidentes na Praia dos Ingleses
– Muros deveriam ser retirados para plantar restinga, diz oceanógrafo
– Solo racha próximo ao deck dos Ingleses por causa da ressaca do mar

Uma das preocupações de moradores e empresários, é realização de reparos nas praias antes da temporada de verão. Caso contrário, isso poderia prejudicar a movimentação turística na região, além de afetar a economia da cidade. O principal objetivo da verba é recuperar acessos públicos, além de realizar melhorias necessárias.

Em entrevista ao Jornal Conexão Comunidade, o prefeito Gean Loureiro afirmou que a expectativa dele é realizar obras de reparos nas praias antes da temporada de verão. Além disso, o decreto já concede aos agentes privados a possibilidade de iniciar reparos em casas ou edificações junto ao mar.

“Nossa expectativa, liberando o recurso, é realizar antes da temporada, né! Não tem lógica deixar passar a temporada, dando prejuízo para as praias. E o decreto de emergência permite agentes privados fazer a retomada daquilo que foi destruído”, disse o prefeito.

SAIBA MAIS

Faixa de areia desaparece no canto sul de Ingleses por causa da ressaca

Foto: Emanuel Soares / Jornal Conexão Comunidade

As ressacas atingem os balneários do Norte da Ilha em Florianópolis desde o início de maio, quando a prefeitura decretou situação de emergência pela primeira vez em virtude dos estragos. Em agosto, o movimento das ondas se intensificou na costa de Florianópolis e os estragos foram ampliados. A ressaca ocorreu por muitos dias seguidos, até o mês de setembro.

Em Canasvieiras, postes caíram, ondas causaram uma enorme erosão em barrancos engolindo árvores, muros e bancos. Já em Ingleses, dezenas de construções localizadas no sul do balneário foram afetadas.

Continue lendo

ANÚNCIO

ENQUETE

Você concorda com a possível liberação de pets nas praias?
Sim, tenho um pet em casa
Não, pode transmitir doenças
Ver Resultados

48 9625 8881

[email protected]

48 3365 8189

Acontecendo