TECNOLOGIA

Empoderamento digital impulsiona mudança na vida de jovens no Norte da Ilha

Projeto Fênix, promovido pelo CDI, incentiva o empreendedorismo, ensinando gratuitamente montagem e manutenção de computadores e abre primeira turma no Sapiens Parque

COMPARTILHE ›
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Começaram nesta semana aqui no Norte da Ilha, as atividades da nona turma do Projeto Fênix com 10 alunos. Durante as aulas, que ocorrerão no Sapiens Parque, os participantes poderão vivenciar situações reais de uma empresa: desde a elaboração de orçamentos, até a manutenção e o relacionamento com clientes.

O setor de tecnologia de Santa Catarina abriga mais de 5 mil empreendedores e está em franca expansão, reunindo 2.899 empresas, que empregam mais de 47 mil pessoas. Pensando em formar jovens empoderados digitalmente, inspirar o empreendedorismo e facilitar o acesso dos deles neste mercado, o Comitê para a Democratização da Informática oferece o Projeto Fênix, que ensina montagem e manutenção de computares.

As inscrições ficam abertas o ano todo no site do CDI ou pelo fone 3322-2020. Podem participar jovens com o ensino fundamental completo, ou em vias de terminar.

O curso é voltado para jovens que tenham entre 15 e 24 anos e além de ensinar o funcionamento do mecanismo de computadores, oferece aos alunos noções de como empreender nesta área. Neste ano, o Projeto Fênix já formou 80 técnicos.“ Nosso objetivo é empoderar os jovens para que possam usar a informática e a internet como instrumento para a transformação social”, destaca a coordenadora pedagógica do CDI, Cleusa Kreusch.

SOBRE O CDI

A ONG Comitê para Democratização da Informática (CDI) é uma iniciativa brasileira que nasceu na comunidade do Morro Dona Marta, no Botafogo, no Rio de Janeiro, e já mudou a realidade de 1,8 milhão de pessoas em 12 países e um total de 780 espaços de informática e cidadania, os CDI Comunidade. Há 18 anos, o CDI usa a tecnologia como ferramenta para enfrentar a pobreza e estimular o empreendedorismo e a cidadania. Sua missão é transformar vidas e fortalecer comunidades de baixa renda através do uso das tecnologias da informação e comunicação.