Emanuel Soares: “Candidatos foram muito fracos no debate da CBN Diário”

emanuelsoares@jornalconexao.com.br

COMPARTILHE ›

colunista-banner-emanuel

Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

As eleições começaram mornas, quase frias. Candidatos foram muito fracos no debate da CBN Diário nesta segunda-feira. Temas como creche de verão, dívida da prefeitura, mobilidade urbana, saúde e Ponta do Coral foram centrais no primeiro encontro. Temas iguais, todos os anos.

Porém, havia um tema diferenciado e ninguém ousou questionar isso durante as rodadas livres. É o esgoto. Quando ocorreu o bloco com temas determinados, aí sim Mário Motta retirou as ‘ligações de esgoto’ da urna com questionamentos determinados pela produção.

De modo geral, foi muito fraco. O confronto de ideias ocorreu entre Murilo Flores e Angela Albino. O candidato do PSB quer um protagonismo da prefeitura, já que é o poder concedente. Já a candidata do PCdoB defende a permanência da Casan. Só que fora a política envolvida na resposta dos dois, nenhum deles sequer mencionou que o esgoto causa problemas de balneabilidade e as famosas viroses que foram o pior ponto da última temporada.

Esse é um tema novo e que precisa estar na pauta de todos os candidatos com ações específicas para janeiro. Caso contrário, o turismo que mantém muita gente vai ser afetado e Florianópolis continuará sendo pauta de jornais internacionais como o foco de poluição do sul do Brasil. Aliás, preparem-se! De qualquer forma, o esgoto vai estourar na mão do próximo(a) prefeito(a).