REPORTAGEM EXCLUSIVA

Duas obras de infraestrutura paralisam por problemas judiciais no Norte da Ilha

Revitalização da SC-401 e ampliação do sistema de esgoto de Ingleses estão nas mãos da Justiça

COMPARTILHE ›
Foto: Julio Cavalheiro / Secom
Foto: Julio Cavalheiro / Secom

Duas obras importantes para a infraestrutura do Norte da Ilha estão paralisadas por problemas judiciais. Todos os problemas foram antecipados com exclusividade pelo Jornal Conexão Comunidade (JCC). O mais recente envolve a não-habilitação de uma empresa para as obras de revitalização da SC-401. Por outro lado, a Casan recorreu de uma liminar que paralisou a licitação que vai ampliar o sistema de esgoto da Praia dos Ingleses. Uma empreiteira que não cumpriu requisitos técnicos exigidos foi desclassificada. Ambas obras são consideradas importantíssimas para a região.

Nesta semana, o presidente do Deinfra, Wanderlei Agostini, confirmou que o Estado está recorrendo, já que a abertura dos envelopes para a tomada de preço está prevista para sexta-feira. As obras preveem melhoria do pavimento na SC-401, sistema de drenagem e ampliação de terceira faixa. A obra está avaliada em R$ 40 milhões.

A Casan também recorreu de uma liminar que paralisou a licitação internacional para a ampliação do sistema de esgotamento sanitário da Praia dos Ingleses no valor de R$ 64,4 milhões. A ação judicial foi impetrada por um consórcio que foi desclassificado no processo por não cumprir os requisitos solicitados. O gerente de construções da Casan, engenheiro Fábio Krieger, acredita que o caso deve ter novidades na próxima semana. A obra é financiada pela Agência Japonesa de Cooperação (Jica).

As duas obras somam R$ 104,4 milhões de reais.