Cristiano Vieira: “E a crise? Qual delas?”

COMPARTILHE ›

cristiano-banner-colunista-site-topoCrise ultimamente tem sido palavra de ordem, crise na saúde pública, segurança, econômica, política e principalmente moral, sim tenho opinião formada sobre a crise que enfrentamos.

Por mais de uma vez, nas rodas de amigos, me pediam que utilizasse este espaço para trazer a pauta minha opinião sobre a crise, quase generalizada, que estamos enfrentando, já que nessas ocasiões deixo bem clara minhas opiniões e meu posicionamento.

Nesta última semana, em uma dessas rodas, tentei explicar que desde o primeiro artigo venho tratando deste tema, por exemplo, um dos temas abordados foi Networking, a operação lava jato deixa claro que o esquema de corrupção montado é um dos maiores cases de networking do mundo! Quantas pessoas envolvidas, quantos conchavos?   Em outra oportunidade falamos de atitude: O Brasil foi capaz de levar mais de 3 milhões de pessoas as ruas, isto é atitude! E porque não citarmos a relação com investidores, que foi um dos textos mais comentados e elogiados, a quanto tempo vem sendo mantida uma relação de cumplicidade com grandes empresas e empresários deste país neste esquema sórdido? Para finalizar a comparação dos artigos que escrevi com o momento político, lamento que ainda não podemos fazer alusão ao texto que dizia “Demitir é fácil!”; Mas quem sabe chegamos lá.

Comparações a parte, é fato que não tratei de forma política nenhum de meus textos até aqui, não significa que esteja alheio a toda situação político econômica do Brasil mas a idéia é compartilhar opiniões e experiências no campo profissional. Buscar alternativas em nossos negócios para continuarmos a crescer e obter resultados em períodos de crise não é conformismo. É sobrevivência!

Temos duas opções:  Utilizamos a crise como justificativa e paramos ou criamos alternativas e movimentos para “continuarmos”.

Existem similaridades entre os que mantiveram e aumentaram seus resultados: Fizeram algo diferente do que no último ano. Buscaram novos mercados, lançaram novos produtos, mudaram as características de seus produtos atuais, investiram em capacitação de suas equipes, fizeram novas parcerias… Não pararam.

Manter os mesmos resultados em períodos difíceis, como o que estamos enfrentando, significa êxito, mesmo que tenha exigido o dobro de seu esforço habitual, apresentar crescimento então… FANTÁSTICO!

Quando venho aqui compartilhar algo com vocês não tenho a intenção de apresentar um mundo perfeito ou que a crise não tenha afetado, mas sim a mensagem que temos que nos manter em constante movimento. Quando a crise passar todas os profissionais que buscaram alternativas neste momento estarão mais fortes e você que ficou parado lamentando, assim continuará. E sempre culpando a crise…

Este momento conturbado de nosso país seguramente irá passar, digo isto com a mesma certeza que tenho de que enfrentaremos outras crises no futuro, espero que não desta envergadura, mas quando vierem outras crises que eu esteja cada vez mais preparado para atenuar seus impactos. As melhores lâminas de corte são forjadas no fogo.

Boa Semana!