#LUTO

Corpo do jornalista Róger Bitencourt é velado em cemitério de Florianópolis

Motorista de carro que atingiu Róger na SC-401 pediu perdão pelo acidente em delegacia, antes de ser levado ao presídio

COMPARTILHE ›

O velório do jornalista Róger Bitencourt, morto após ser atropelado na SC-401 na manhã deste domingo (27), começou às 18h no Cemitério Jardim da Paz reunindo amigos, colegas, parentes e admiradores. A cremação ocorre em cerimônia restrita para familiares após o término do velório, às 10h desta segunda-feira (28). Róger andava de bicicleta na lateral da rodovia quando foi atingido por um veículo preto. Ele morreu na hora.

Leia mais
– Emanuel Soares: “Não podemos mais aceitar mortes na SC-401
– Jornalista Róger Bitencourt morre atropelado no Norte da Ilha

O motorista de 39 anos que dirigia o carro que matou Róger foi encaminhado à Penitenciária da Agronômica em Florianópolis. Na delegacia, ele pediu perdão e afirmou não ter ingerido bebida alcoólica antes do acidente. O laudo do IGP atesta que o motorista estava sóbrio, porém os policiais que atenderam a ocorrência confirmaram que o condutor apresentava sinais de embriaguez.

Preso, o motorista deve responder por três crimes: homicídio doloso, quando há intenção de matar, lesão corporal dolosa e por dirigir sob a influência de álcool ou substância de efeitos análogos.

Pelas redes sociais, colegas e amigos de Róger lamentaram sua morte. No perfil ‘Bicicletada Floripa’ no Facebook, mensagens de repúdio a violência no trânsito tomaram a time line. Os ciclistas pensam em organizar um protesto pedindo mais segurança na rodovia.

QUEM É RÓGER BITENCOURT

Róger Bitencourt era jornalista e tinha 49 anos. Atuava como assessor de imprensa de diversas empresas de Florianópolis, sendo um dos profissionais mais respeitados do ramo. Diretor da Fábrica de Comunicação, Róger se formou em comunicação social pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS), foi secretário de comunicação do Governo Paulo Afonso Vieira na década de 90, atuou na Rádio Gaúcha, Diário Catarinense e na RBS TV. Era amante de esportes como corrida e ciclismo. Já participou de diversas maratonas no Brasil e fora do país.

Vice-presidente da Associação Catarinense de Imprensa, Róger realizava um trabalho de promoção e integração de todos os profissionais. Frequentemente era visto por seus amigos e colegas de profissão, praticando esportes na SC-401, local onde foi atropelado na manhã deste domingo (27). Róger deixa a esposa, Karin Verzbickas, uma filha e dois enteados.