SEM COLETA...

Confira dicas de como estocar o lixo durante a greve da Comcap

COMPARTILHE ›
Lixo é recolhido por servidores das Intendências no Norte da Ilha
Fotos: Emanuel Soares / Jornal Conexão Comunidade

A greve dos trabalhadores da Comcap completou cinco dias nesta sexta-feira (14). O maior problema, nesse meio tempo, é como reservar os resíduos que não são recolhidos pelo poder público. A maioria das pessoas mantém o lixo estocado dentro de casa ou em pátios, para não colocar na rua, minimizando assim o aspecto de sujeira da cidade.

CLIQUE AQUI E LEIA MAIS NOTÍCIAS DO DIA
– Vigilância Sanitária reduz tempo para análise de projetos na Capital

Para evitar o mau cheiro dos resíduos orgânicos que são gerados (ex: lixo do banheiro ou restos de alimentos), o morador pode colocar outras três sacolas, atando bem. Assim, além de evitar o mau cheiro, o morador evita o derramamento do chorume, que é oriundo de um processo de decomposição dos alimentos.

Condomínios podem evitar de colocar os contentores do lado de fora, já que a coleta não está ocorrendo. Quem não possui esses equipamentos, deve deixar o lixo dentro de casa, evitando que animais rasguem as sacolas que ficam normalmente disponibilizadas para coleta nas calçadas.

Garrafas pets e caixas de leite podem ser dobradas, minimizando o espaço utilizado dentro de uma sacola. Como esse lixo é considerado reciclável, lavar pode minimizar o cheiro azedo que a decomposição dos líquidos pode gerar.

Onde as Intendências fazem o recolhimento nas avenidas principais dos bairros, os resíduos devem ser disponibilizados de forma adequada, sem pontas ou materiais cortantes, já que são servidores que não estão acostumados a fazer esse serviço.

O presidente da Comcap, Carlão Martins, disse que os moradores que quiserem levar o lixo até a estação de transbordo no bairro Itacorubi, pode levar que será recebido e o resíduo será disponibilizado para o transporte até o aterro sanitário.