BOA NOTÍCIA

Capital terá financiamento para pesquisa sobre câncer

Estudo irá avaliar a inserção da Atenção Primária como coordenadora dos cuidados aos pacientes que sobrevivem à doença

COMPARTILHE ›

Estudo promovido na Capital irá avaliar a Atenção Primária em Saúde como ordenadora do cuidado e coordenadora da rede de atenção oncológica do município. O projeto, em parceria entre a Secretaria de Saúde (SMS) e o Centro de Pesquisas Oncológicas (Cepon), receberá financiamento de R$ 35,5 mil do Programa de Pesquisa para o SUS (PPSUS), do Ministério da Saúde.

“O cenário dos cuidados oncológicos apresenta desafios enormes, pois o atendimento aos pacientes oncológicos é realizado em serviços especializados que centralizam as ações, dificultando esta atenção integral aos pacientes”, afirma a diretora de Média Complexidade da SMS, Dannielle Godoi, uma das coordenadoras do estudo. Com o aumento da sobrevida dos pacientes de câncer, a Atenção Primária precisaria assumir o acompanhamento e o controle dos sobreviventes da doença.

Para mudar este cenário, em 2013, o Cepon e a Secretaria de Saúde iniciaram a construção da rede de atenção oncológica, possibilitando que os pacientes que já tiveram alta do Cepon passassem a ser acompanhados pelas equipes de Saúde da Família. Dessa forma, a continuidade e a integralidade do cuidado desses pacientes passou a ser garantida.

Com a nova diretriz, os profissionais dos centros de saúde mantêm a comunicação com o serviço especializado e garantem aos pacientes o acesso oportuno quando necessário.