PROTESTO

Alunos protestam pela interdição do ginásio há três anos na Osmar Cunha

Alunos precisam disputar espaço nas quadras descobertas que também não estão em boas condições

COMPARTILHE ›
Foto: Jaime Júnior / JCC
Foto: Jaime Júnior / JCC

Nesta sexta-feira (10) às 10 horas, haverá uma manifestação de alunos, professores e funcionários da Escola Básica Osmar Cunha, em Canasvieiras. Eles vão protestar contra a interdição da quadra de esportes que há três anos impossibilita os alunos de terem aula no local e a falta de atenção da Secretaria de Educação às solicitações da instituição de ensino.

Segundo a diretora Roseli Zmorzynski, a escola possui 750 alunos que precisam disputar espaço para as aulas de educação física em duas quadras descobertas. Em dias de chuva não tem como dar aulas.

As quadras descobertas também apresentam problemas nas telas de proteção e as tabelas de basquete estão bem avariadas, disse a diretora.

A obra de reforma da quadra foi prometida pelo prefeito Cézar Sousa Júnior, em agosto de 2014, quando os alunos fizeram uma manifestação em frente à escola e pediram uma solução ao prefeito.

Em nota a Secretaria Municipal de Educação disse que já foram feitos todos os projetos, orçamento e cronograma dos trabalhos da reforma do ginásio de esportes e que uma empresa será contratada em regime de urgência. A obra está prevista para execução em 150 dias, com investimento de R$ 477 mil.

Segundo a secretaria a sala de madeira da biblioteca também será substituída e a licitação será feita até o final deste mês.

Em relação a reforma geral da escola e a instalação do elevador ainda está em fase de elaboração de orçamento.

Fotos da manifestação realizada em 2014.

Foto: Jaime Júnior / JCC
Foto: Jaime Júnior / JCC